10 filmes com cenas reais de sexo

0

De vez em quando, alguns diretores decidem eliminar as cenas de sexo falso e inserirem em suas obras momentos que acontece sexo explícito real, dando um ar de ralidade nos filmes. Lars Von Trier, diretor de “Anticristo” e “Ninfomaníaca”, é bastante conhecido por colocar sexo real nos seus filmes. Confira a lista dos 10 filmes em que foram utilizadas cenas reais de sexo.

*Os trailers dos filmes abaixo podem conter cenas fortes, se não quiser vê-las, leia apenas os textos.

filmes com cenas reais de sexo

 

10 filmes com cenas reais de sexo

 

 

1. Ninfomaníaca (2013)

 

Esta não será a única vez que você verá o nome provocador do diretor Lars Von Trier nesta lista, mas é o seu exemplo mais evidente de verdadeira sexualidade em seus filmes.

O filme, que estrelou Stacy Martin, Shia LaBeouf e Charlotte Gainsbourg, foi o suficiente para ser transformado em dois filmes separados, mas é mais conhecido por suas representações gráficas de cenas de sexo real, com um bom elenco na lista. Acontece que, enquanto o sexo era real, ele foi realizado por atores de filmes adultos que tiveram as faces digitais dos atores de Hollywood colocadas sobre eles. Acho que é uma maneira de mostrar uma estrela fazendo sexo sem realmente fazer sexo.

2. Anticristo (2009)

Outro filme de Von Trier, este também estrelou Gainsbourg, que atuou ao lado de Willem Dafoe. Assim como o filme citado acima, este também ficou caracterizado pelo uso das cenas reais de sexo. Numa delas, que foi filmada em preto e branco e em câmera lenta, podemos ver Gainsbourg e Dafoe fazendo sexo no banheiro. A cena em si foi real, porém, também foi protagonizada por dublês de filmes adultos.

Veja também:   Pedra do Ingá: monumento guarda mistérios do Brasil antigo

3. O Império dos Sentidos (1976)

Este filme foi apresentado no Festival de Cannes de 1976 e houve uma imensa surpresa por parte do público. Todas, isso mesmo, todas as cenas de sexo são completamente reais e explícitas. O filme conta a verdadeira história de uma cortesã japonesa chamada Sada Abre, que ficou conhecida por asfixiar eroticamente o amante e cortar seu pênis. Quarenta anos depois, o filme ainda permanece censurado no Japão. Não é pra menos, né?

4. Clip (2012)

O filme conta a história de uma jovem chamada Jasna, que mora com sua mãe em um pequeno povoado na Sérvia, entre drogas, festas e álcool. Mesmo tendo sido aclamado pela crítica, países como a China, Rússia e Noruega (país tido como liberal) consideraram que o filme promove a pornografia infantil e a pedofilia. A atriz Isidora Simijonovic afirma não ter participado das cenas de sexo, porém, a equipe de produção diz o contrário.

5. Um Estranho no Lago (2013)

No cenário principal desse filme francês, um grupo de banhistas homossexuais se reúnem em volta de um lago. Conta a história da paixão entre Franck (Pierre Deladonchamps) e Michael (Cristophe Paou). Um assassino promove uma série de suspeitas e intrigas. O filme foi premiado no Festival Cannes, já que o seu elenco é formado 100% por homens.

6. Calígula (1979)

Sendo considerado um dos filmes mais polêmicos de todos os tempos, Calígula narra a vida do famoso imperador romano, caracterizado pelos seu excessos. Ele mantinha relações sexuais com homens, mulheres e até animais. As impressionantes cenas de sexo explícito (muitas ainda foram cortadas para não chocar o público) foram qualificadas por muitos como pornográficas.

Veja também:   O que acontece com o cérebro no momento da morte?

7. Deite Comigo (2005)

Esse filme canadense teve a sua estreia no Festival Internacional de Cine de Toronto e se inspirou na novela homônima de Tamara Berger. Conta a história de Leila, uma jovem sexualmente voraz que se relaciona com homens em pequenos encontros íntimos. Diferente dos filmes de Lars Von Trier em que foram usados dublês de filmes adultos e efeitos visuais, nesse, os protagonistas Eric Balfour e Lauren Lee Smith, admitiram que as cenas de sexo são todas reais. Não foram usados dublês ou quaisquer efeitos.

8. Love (2015)

Esse foi o filme mais polêmico de 2015 (e, talvez, da história do cinema) e também foi o primeiro filme a ter cenas reais de sexo em 3D rodadas no cinema. O filme conta a história de um estudante de cinema americano, Murphy, que recebe um telefonema avisando ele do desaparecimento de uma mulher chamada Electra, com quem manteve relações sexuais durante dois anos. Ele relembra a história sexual de ambos.

9. Pasolini (2015)

O filme conta a história dos últimos dias do cineasta e escritor italiano Pier Paolo Pasolini, interpretado por Willem Dafoe. O diretor de cinema foi assassinado em 1975. Ele se apaixona por um jovem dos subúrbios de Roma e, apesar do alto conteúdo sexual verdadeiro, o filme recebeu críticas favoráveis.

10. Brown Buddy (2003)

O filme de 2003 foi lançado no Brasil com o título “Brown Buddy” e conta a história de Bud Clay, que se dedica a correr em uma motocicleta – ele é piloto de cross country – e realiza uma viagem para a Califórnia. Todos os dias, ele se recorda da última vez que viu a mulher da sua vida e tenta se desviar dos pensamentos mantendo encontros com várias mulheres. Tudo poderia ser “normal” se a cena de sexo oral entre Vincent Gallo e Chloë Sevigny, que interpretou a personagem Daisy, não fosse tão real. Os atores eram casados quando o filme foi gravado. Em uma entrevista, a atriz admitiu que a cena de sexo oral não foi simulada.

Veja também:   6174 e 495: o misterioso caso que intriga matemáticos há décadas



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com