Afinal, o que tem no aguardado relatório do Pentágono sobre OVNIs?

0

O mundo da ufologia aguarda ansiosamente por um relatório que o Pentágono deve divulgar em breve a respeito de investigações sobre OVNIs.

Recentemente, o governo dos Estados Unidos passou a admitir a existência de objetos voadores não identificados, embora não trate os fenômenos como alienígenas. O documento deve ser publicado ainda em junho e pode ser um marco da pesquisa na área.

O tal relatório foi encomendado pelo congresso dos Estados Unidos e conta com relatos de militares a respeito do avistamento de OVNIs nos mais variados momentos, em missões e treinamentos, sempre com movimentos e características fora do comum.

A principal suspeita dos políticos e militares americanos, no entanto, não recai sobre extraterrestres ou similares.

Para muitos, os veículos e objetos que foram observados ao longo dos últimos 20 anos representam experimentos secretos de países rivais, como a Rússia e a China, utilizando tecnologia desconhecida do grande público.

No entanto, atividade alienígena não é descartada pelo Pentágono em nenhum momento, embora seja altamente improvável.

O documento é resultado de uma força tarefa criada pelo Ministério da Defesa dos Estados Unidos em 2020 para analisar e catalogar esse tipo de fenômeno, analisando dados dos últimos 20 anos.

Ao todo, são cerca de 120 incidentes que foram classificados por seus observadores como sendo “inexplicáveis”, ao menos até o momento. A publicação é um marco na forma com que o fenômeno dos OVNIs é tratado pelo governo americano.

Levando a sério

Ao longo de grande parte do século XX e início do XXI, assuntos relacionados a OVNIs e ufologia em geral são tratados pela mídia e pelas autoridades de todo o mundo como pseudociência, algo para não ser levado a sério.

Por isso, o fato de o Pentágono estar trabalhando em investigações sérias e publicando um documento sobre elas mostra que algo mudou.

Há muitos anos que existe uma pressão no governo americano para que casos sejam divulgados e declarações oficiais variam entre ignorar a importância do assunto e trata-lo com desdém.

Isso mudou no mandato do presidente Donald Trump, que formou a força tarefa e pareceu mais aberto em relação a informações antes consideradas altamente confidenciais sobre OVNIs.



Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com