Por que onda de frio nos EUA não desmente aquecimento global? Saiba

1

Desde o final de dezembro passado os Estados Unidos e o Canadá vêm enfrentando uma forte onda de frio. Miami, no estado da Flórida, teve neve pela primeira vez em quase 30 anos. Porém, o inverno rigoroso na América do Norte não nega o aquecimento global, como alguns podem acreditar.

No último dia 29 de dezembro, o presidente americano Donald Trump postou um tweet onde ironizava o aquecimento global. Ele alertava para a virada do ano que poderia ser a mais fria de todos os tempos e alfinetava o Acordo de Paris sobre Clima, tratado ecológico do qual os Estados Unidos não fazem parte.

Porém, especialistas em clima apontam que o presidente comete erros de conceito sobre o assunto. Segundo os cientistas, Trump e os que não acreditam no aquecimento global não sabem diferenciar clima e tempo.

Quem dá a explicação é a própria NASA, em um site voltado para crianças. A agência espacial americana explica que o tempo se refere a condições meteorológicas medidas em um curto espaço de tempo, como a onda de frio na América do Norte, enquanto o clima se refere a medições históricas da meteorologia de um local, abrangendo uma quantidade muito maior de tempo.

Veja também:   Mil dentes humanos são encontrados no metrô de Melbourne; veja vídeo

A NASA dá até mesmo um exemplo: a página da agência explica que um tempo chuvoso na cidade de Phoenix não muda o fato de que o estado do Arizona tem um clima seco.  Para fazer uma comparação mais próxima da realidade brasileira, seria como dizer que o sertão nordestino não é semiárido só porque choveu durante alguns dias.

Enquanto isso, no resto do mundo…

Enquanto os Estados Unidos e o Canadá enfrentam um frio avassalador, as temperaturas continuam subindo de uma forma geral no resto do mundo, como vem acontecendo já há alguns anos.

Segundo a NASA, definitivamente um tempo frio não nega que as temperaturas vêm aumentando em todo o globo. “O caminho até um mundo mais quente (mudança climática) terá muitos episódios de tempos extremamente quentes e extremamente frios”, diz o site da agência espacial.

John Morales, meteorologista da emissora NBC, confirma que as temperaturas continuam aumentando e que a América do Norte é apenas uma exceção nesse inverno. “A única região que registrou temperaturas mais frias que a expectativa inicial foi a América do Norte”, disse.



Discussão1 Comentário

  1. Especialistas pagos pela ONU, que é comandado por George Soros. Sugiro que a equipe do Acredite ou não tenham algumas aulas com o professor Ricardo Felício. Trump está certíssimo!

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com