5 filmes perturbadores já feitos

1

Seja por cenas de violência, terror psicológico ou por mostrarem experiências bizarras, os filmes perturbadores sempre vão além da função de entreter o público. Muitos deles acabam sendo proibidos em alguns países.

Dirigido pelo holandês Tom Six, O primeiro filme da franquia, conta história de um médico que sequestrou três turistas para fazer uma experiência nada ética: uni-los cirurgicamente com a boca ligada ao ânus, formando uma espécie de centopeia.

No segundo filme, de 2011, a centopeia conta com doze pessoas e a trama se passa quando um fã do primeiro filme resolve fazer a experiência.

E no último (2013), a centopeia é aplicada como forma de punição em uma prisão.

Pela tortura psicológica e física, o filme foi considerado por muitos como imoral e degradante.

2 – Salò ou os 120 dias de Sodoma

salo-ou-os-120-dias-de-sodoma

Considerado por muitos como o primeiro no ranking de filmes perturbadores da história, este é filme italiano polêmico foi dirigido por Pier Paolo Pasolini.

A trama conta a história de um grupo de jovens que é preso por um grupo fascista composto por um presidente de um banco, um duque, um bispo e um juiz.

Durante 120 dias o grupo pratica uma série de experimentos sádicos e torturas com os jovens.

A obra é dividida em 3 fases, chamada de “círculos”: Círculos das Manias, quando os fascistas satisfazem seus desejos sexuais; Círculo das Fezes, onde os jovens são obrigados a praticarem a coprofagia, isto é, comer a próprias fezes e o Círculo de Sangue, quando os que desobedecem são punidos com torturas físicas, mutilações e até a morte.

Veja também:   Área 51? Unicamp pode ter artefatos alienígenas e ETs vivos

3 – Cannibal Holocaust (1980)

cannibal-holocaust

Gravado na Amazônia, este filme dirigido por Ruggero Deodato possui sua trama centrada em um grupo de quatro documentaristas que que vão ao local estudar uma tribo canibal.

Dois meses mais tarde, quando o grupo não volta, o antropólogo Harold Monroe viaja em uma missão para resgatá-los.

Contudo, ele recupera as latas de filmes perdidas que revelam, de forma chocante, o destino do grupo desaparecido.

Um dos filmes perturbadores já feitos, Cannibal Holocaust foi proibido em diversos países e o diretor teve de se defender das acusações de mal trato de animais e assassinato em primeiro grau, mas foi absolvido das acusações quando os atores do filme entraram na audiência e provaram que estavam vivos.

4 – Doce Vingança (2011)

doce-vinganca

Este filme dirigido por Steven R. Monroe conta a história de Jennifer Hills, uma jovem escritora que resolve ir para uma cidade sossegada para escrever um livro.

A presença da jovem bonita e sozinha é logo notada pelos moradores da cidade, que resolvem dar um susto. Contudo, a brincadeira passa dos limites e Jennifer sofre diversas torturas sexuais e psicológicas.

Quando o grupo pensa que ela está morta, ela começa a se vingar da forma mais cruel possível daqueles que antes haviam lhe feito mal.

5 – Calígula (1979)

caligula

Com quase três horas de duração, Calígula é considerado como o maior “pornô-épico” do cinema e conta a história de ascensão e queda do tirano romano Calígula e seu reinado cheio de orgia e sangue.

Veja também:   A mulher que encontrou um homem vivendo no sótão de sua casa

A trama foi dirigida por Tinto Brass e o filme é considerado por muitos como doentio, cruel e bizarro, por expor cenas de sexo, flagelações e todos os abusos de um poder sem limite.

Os absurdos são tantos que Calígula casa-se com a própria irmã.

Discussion1 Comentário

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com