As 10 histórias mais bizarras da ciência registradas em 2018

0

2018 está acabando e como é de praxe, a ciência registrou algumas histórias estranhas e bizarras que ainda podem render algo para 2019. Algumas são menos esquisitas, como a viagem do Tesla Roadster para Marte, enquanto que outras tem um quê de macabro, como a descoberta de que corvos tem um hábito nada convencional.

Confira abaixo as 10 histórias mais bizarras da ciência em 2018

10) Os corvos gostam de necrofilia

Apesar da reputação que têm, os corvos são animais muito inteligentes e já mostraram que conseguem usar ferramentas e resolver problemas. No entanto, um experimento feito em 2018 mostrou uma lado bizarro e sombrio desses pássaros.

Cientistas colocaram um corvo morto no chão e decidiram observar a reação dos outros animais da espécie. A maior parte deles montou em cima do cadáver, começou a praticar sexo com ele e se comportou de uma forma muito agressiva. O motivo por trás desse comportamento ainda é desconhecido pela ciência.

9) A nova forma geométrica que está em sua pele

escutoide-formato

Você, por um acaso, já ouvir falar a respeito do escutoide? Se trata de uma forma geométrica descoberta em 2018 pela ciência e possui características únicas, como uma borda com cinco arestas e a outra com seis, o que só é possível pela presença de uma estrutura em formato de Y.

Cientistas afirmam que o escutoide é a estrutura geométrica de nossas células epiteliais e também está presente em alguns órgãos do nosso corpo.

8) A longa viagem do Starman

Fonte: SpaceX
Fonte: SpaceX

Em fevereiro de 2018, a empresa SpaceX lançou seu primeiro foguete Falcon Heavy, o mais potente já construído pela companhia de Elon Musk. E entre suas cargas, estava um veículo Tesla Roadster, que era “dirigido” por um manequim que ganhou o nome de Starman.

E, claro, as fotos do boneco viajando pelo espaço logo tomaram conta da internet e rapidamente viralizaram. Ele segue rumo a Marte, mas sabe-se lá como que ele está em sua jornada.

7) O lançamento adiado por conta de um fungo

Falando na SpaceX, a empresa precisou adiar o lançamento de um foguete Falcon 9, que entregaria suprimentos para a Estação Espacial Internacional no dia 4 de dezembro, por um motivo bizarro e inusitado: fungos na comida de ratos.

Engenheiros noticiaram o fungo na comida dos animais enquanto preparavam os roedores para a viagem e precisaram retirar parte da carga pelo receio de também estar contaminada pelo fungo. Apesar da correria, o lançamento precisou ser adiado em um dia.

6) Focas com as narinas entupidas por enguias

Em 2018, a ciência descobriu que as focas e enguias possuem uma relação pra lá de bizarra. Em uma única foto, vimos uma enguia presa no nariz de uma Foca-monge-do-havaí. Os dois animais, com certeza, parecem estar um pouco desconfortáveis com essa situação.

Apesar de ser algo raro de acontecer, se tornou um pouco mais frequente nos últimos anos e cientistas ainda não sabem explicar o motivo disso acontecer. As explicações mais aceitas são de que as enguias estão procurando refúgio nas narinas das focas após se assustarem com algo ou que as focas estão regurgitando as enguias pelo nariz após se alimentarem delas.

5) Um final explosivo

tiangong

Em 1º de abril (e não é mentira), a antiga estação espacial Tiangong-1, enviada pelos chineses, cairia em algum lugar da Terra.

Ninguém tinha ideia de onde a estação poderia cair, já que não era mais possível controlar sua reentrada na atmosfera, o que gerou uma grande preocupação. Para nossa sorte, boa parte dela foi destruída durante o retorno e apenas algumas partes maiores acabaram caindo no sul do Oceano Pacífico.

4) Crânios misteriosos

Arqueólogos na Suécia descobriram uma cemitério de 8 mil anos de idade que continha diversos crânios que estavam sem suas mandíbulas, incluindo dois que estavam presos em estacas de madeira.

A descoberta é bastante misteriosa, pois não se sabe quem era esse povo e motivo dos crânios terem sido enterrados dessa forma, além de estarem debaixo de uma pedra que estava submersa na água.

3) Lançamento abortado

foguete terraplanista

Em março, um homem conhecido como “Mad” Mike, conhecido por acreditar que a Terra é plana, decidiu se lançar em um foguete feito por ele mesmo justamente para provar que nossa casa não é redonda.

O homem de 61 anos juntou dinheiro a partir de uma contribuição de crowdfunding para construir o foguete, mas ele alcançou apenas uma altitude de 1,9 mil pés, que não chega nem perto de um voo comercial. Mike garante que conseguirá alcançar o objetivo no futuro.

2) Decifrando um mistério

A Inteligência Artificial está ajudando pesquisadores a identificar as misteriosas rajadas rápidas de rádio, enviadas de uma galáxia anã que está a 3 bilhões de anos luz de distância. 21 dessas mensagens foram detectadas em apenas uma hora em 2017.

Cientistas ainda não sabem o que são as rajadas rápidas de rádio, mas realmente parecem se tratar de algum tipo de mensagem.

1) Dedo mumificado

ciência-bizarro capa

Um homem que perdeu três dedos por conta de frostbite, conhecido como úlcera de gelo, decidiu doá-los para um bar no Canadá que costuma servir uma bebida bem estranha e bizarra que tem como “ingrediente” um dedo mumificado.

Essa bebida é, inclusive, a mais famosa desse bar, que fica na região de Yukon. E a regra ainda diz que seus lábios precisam tocar o dedo mumificado em algum momento.

Fonte: Live Science



Veja também:   Sinestesia: como é viver com os sentidos ‘misturados’

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com