Covid-19: alertas surgiram no Twitter antes do início da pandemia

0

Um novo estudo mostrou que os primeiros alertas do que viria a ser a covid-19 surgiram antes mesmo do início da pandemia, em posts no Twitter.

Embora os diagnósticos não fossem precisos, os sintomas descritos por algumas pessoas batem totalmente com o que foi visto algum tempo depois. O estudo busca determinar com mais precisão a origem da disseminação do novo coronavírus.

Conduzido pela Escola IMT de Estudos Avançados, em Lucca, na Itália, o estudo mostra que em janeiro de 2020, já circulavam relatos de doenças respiratórias que se encaixam na descrição da covid-19.

O dado é importante, visto que a Itália foi um dos países que mais sofreu com a doença no início do ano passado, pouco tempo depois dos posts analisados terem sido feitos.

Além da Itália, outros 6 países foram verificados no Twitter, em postagens que englobam o fim de 2019 e o início de 2020.

A preocupação com pneumonias e outros sintomas respiratórios típicos da covid-19 começou a crescer intensamente pouco antes de a pandemia ser decretada, em países que sofreram muito com a doença logo no início de tudo.

Os pesquisadores trabalharam com bancos de dados envolvendo 7 línguas e conseguiram, dessa forma, traçar um aumento do uso de termos relacionados a pneumonia.

Assim, foi possível ver que no início de 2020, a Itália já registrava casos similares, enquanto outros países também tiveram um aumento significativo cerca de 2 semanas antes da confirmação do primeiro caso de covid-19.

Mapa da pandemia

Também foi possível determinar geograficamente quais foram os primeiros locais onde as pessoas começaram a falar mais sobre pneumonia, tosse seca e outros sintomas.

E esses lugares batem totalmente com os primeiros grandes focos de covid-19 na Europa, como no caso da região metropolitana de Madrid, na Espanha, e a província da Lombardia, na Itália.

A pesquisa mostrou que entre suas diversas funções, as redes sociais também podem ter um papel de importância no monitoramento da saúde a nível mundial ou mesmo em escala regional.

Basta que os dados sejam coletados e analisados da forma correta para que um mapa bem fiel a realidade seja traçado sem grandes dificuldades.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com