25 curiosidades sobre o Dia de São Valentim (Dia dos Namorados)

0

O Dia de São Valentim (chamado aqui no Brasil de Dia dos Namorados) acontece todo dia 14 de fevereiro em muitos países. No Brasil, a data é comemorada dia 12 de junho. A data especial celebra a união amorosa entre casais e namorados. Em alguns lugares, é o dia de mostrar apenas afeição aos amigos. Confira algumas curiosidades sobre o Dia de São Valentim.

curiosidades sobre o dia de são valentim

Confira 25 apaixonantes curiosidades sobre o Dia de São Valentim

 

Nada de cartões de namorados
Em 2011, o Irã proibiu cartões de namorados, presentes, ursos de pelúcia e outros símbolos do Dia de São Valentim como parte de uma reação da república islâmica contra a propagação da cultura ocidental. Além disso, alguns ativistas religiosos na Índia e no Paquistão protestam contra o Dia dos Namorados, dizendo que se trata de um dia de vergonha e luxúria. Eles vêem isso como um feriado ocidental em que os ocidentais satisfazem sua “sede de sexo”.
Tudo por um Dia dos Namorados melhor
No Dia dos Namorados de 2000, a empresa produtora de Viagra, Pfizer, financiou um dia de consciência de impotência na Grã-Bretanha.
O significado das pombas
A popular crença folclórica medieval de que os pássaros escolheram seus companheiros no dia 14 de fevereiro fez das pombas o símbolo favorito para os cartões dos Namorados. A pomba era sagrada para Vênus e outras divindades amorosas e era conhecida por escolher um companheiro de vida.
A data no Brasil
No Brasil, o Dia dos Namorados (não é chamado Dia de São Valentim, como em outros países) é comemorado no dia 12 de junho, véspera do Dia de Santo Antônio (12 de junho), conhecido também como o “santo casamenteiro”.
Primeiramente no Japão
O Dia de São Valentim foi introduzido primeiramente no Japão em 1936 e tornou-se extensamente popular. No entanto, por causa de um erro de tradução feita por uma empresa fabricante de chocolate, apenas as mulheres compram chocolates na data comemorativa para seus cônjuges, namorados ou amigos. Na verdade, é o único dia do ano em que muitas mulheres solteiras revelam sua paixão por um homem, dando-lhe chocolate. Os homens não retornam o favor até o Dia Branco, um tipo de “dia de resposta” para o Dia dos Namorados, que acontece no dia 14 de março.
Haja dinheiro com cartões
Os norte-americanos gastam cerca de US$ 277 milhões em cartões no Dia de São Valentim a cada ano, perdendo apenas para o Natal.
Cartões e mais cartões
Aproximadamente um bilhão de cartões do Dia dos Namorados são emitidos a cada ano ao redor do mundo. Cerca de 2,6 bilhões de cartões são enviados durante as férias de Natal.
O maior beijo do mundo
No Dia dos Namorados de 2010, 39.897 pessoas na Cidade do México quebraram o recorde do maior beijo do mundo.
As comemorações alternativas
Iniciado por um grupo de feministas, o “Quirkyalone Day” também é comemorado em 14 de fevereiro como uma alternativa para o Dia dos Namorados. Ele é voltado para pessoas que “resistem à tirania do casal”. Outra celebração alternativa para o Dia dos Namorados é o SAD (Single Awareness Day, Dia da Consciência Única em português), que lembra às pessoas que não precisam estar em um relacionamento para celebrar a vida.
A origem da fita simbólica
O símbolo da fita, que é bastante utilizado no Dia de São Valentim da atualidade, é enraizado na Idade Média. Quando os cavaleiros competiam em torneios, suas namoradas muitas vezes lhes davam fitas para a boa sorte.
A decoração com renda
A renda é utilizada frequentemente em decorações do Dia dos Namorados. A palavra “lace” (‘renda’ em português) vem do latim laques, que significa “laço ou rede”, como para pegar o coração de uma pessoa.
O precursor do Dia dos Namorados
O antigo festival romano Lupercália (“festival do lobo”) é considerado como um dos precursores do Dia dos Namorados. Celebrado de 13 a 15 de fevereiro, foi uma cerimônia de purificação e fertilidade.
A indústria só aumenta
O Dia dos Namorados é uma indústria de US$ 14,7 bilhões nos EUA.
Black Mirror
Pequenos pedaços de espelho às vezes eram usados nos cartões mais caros e elaborados no Dia de São Valentim, produzidos durante as idades douradas (1830-1850). “Mirror” (espelho em português) vem do mesmo verbo em latim que “admire”: mirari, “maravilha”.
A Lupercália moderna
O papa Gelásio I estabeleceu o Dia dos Namorados em 500 d.C. em uma tentativa de apropriar-se do antigo festival de fertilidade romana pagã, Lupercália, no cristianismo.
Ainda sem explicação
Não há uma explicação aceita para a conexão entre São Valentim e o amor. Os etimólogos relatam que as letras “v” e “g” eram uma vez intercambiáveis no discurso comum. A palavra normanda galantin, que significa “amante das mulheres”, foi, ao mesmo tempo, escrita e pronunciada valanta ou valentin, da qual a palavra “Valentim” pode ter sido derivada.
Vários São Valentim
Ao longo da história, houve aproximadamente oito São Valentim. Três deles tiveram festas especiais em sua honra. Os dois São Valentim que inspiraram muito o dia dos namorados são Valentim de Terni e Valentim da cidade de Roma, embora alguns estudiosos especulem que foram realmente uma pessoa.
Estranha tradição galesa
De acordo com a tradição galesa, uma criança nascida no Dia dos Namorados teria muitos amantes. Um bezerro nascido no Dia dos Namorados, no entanto, seria inútil para fins de reprodução. Se as galinhas fossem chocar ovos no Dia dos Namorados, todos eles se tornariam podres.
Professores prestigiados
Os professores recebem a maioria dos cartões de São Valentim, seguidas por crianças, mães e esposas. Crianças entre as idades de 6 a 10 anos trocam mais de 650 milhões de cartões do Dia de São Valentim por ano.
O beijo da sorte
Um beijo no Dia dos Namorados é conhecido por trazer boa sorte durante todo o ano.
Aquela perfeita rosa vermelha
A flor mais popular no Dia de São Valentim é uma única rosa vermelha cercada com pequenas plantas herbáceas de aparência delicada que têm pequenas flores perfumadas rosa ou branco. A rosa vermelha era a flor de Vênus, a deusa romana do amor.
A primeira caixa de chocolates
Richard Cadbury produziu a primeira caixa de chocolates para o Dia dos Namorados no final de 1800.
Shakespeare já mencionou a data
Shakespeare menciona o Dia de São Valentim em Sonho de Uma Noite de Verão Hamlet.
Amor demais pela data
Madame Real, filha de Henry IV de França, amou tanto o Dia de São Valentim que nomeou o seu palácio para “O Valentim”.
E a venda de preservativos aumenta
A empresa de preservativos Durex relata que as vendas de preservativos são de 20 a 30% maiores em torno do Dia dos Namorados.

 

FONTE



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com