Folia internacional: como o Carnaval é comemorado ao redor do mundo

0

O Carnaval é a festa do Brasil por excelência e mesmo dentro do território brasileiro, existem diversas formas de se celebrar. Fora do país, a variedade é maior ainda.

Muitas das festas de carnaval ao redor do mundo possuem origens extremamente antigas, muitas vezes ligadas a religião, mas no final das contas, o objetivo é realmente festejar os prazeres da vida e da carne.

O Carnaval existe em praticamente todo o mundo e é claro que o Brasil é famoso por ele, mas embora pouca gente saiba, na Europa também existem festas enormes e bem diferentes da nossa.

É o caso do carnaval da cidade de Binche, na Bélgica. Lá, os homens se vestem de uma figura local conhecida como Gilles, com máscara e fantasia, além de jogarem laranjas nas pessoas na rua, um símbolo de prosperidade. Já imaginou?

Outra festa europeia famosa acontece na França, na cidade de Nice. Lá o Carnaval é chamado de Mardi-Gras e acontecem desfiles de carros enfeitados com muitas flores.

Já na Rússia, é o fogo que reina durante a Maslenitsa. Na festa, uma grande boneca que simboliza o frio e a escuridão, é queimada, enquanto os foliões comem panquecas recheadas.

No entanto, o Carnaval europeu mais famoso é o de Veneza, na Itália, onde as máscaras decoradas dão o tom da festa. São feitos concursos, bailes e encenações, que datam do século XVI.

 

Só com as máscaras a aristocracia conseguia se misturar com os mais pobres nas ruas e juntos todos poderiam curtir a festa, sem distinções.

América

O Brasil não é o único lugar da América a celebrar o Carnaval. No Canadá, essa época do ano é muito fria e por isso, lá a comemoração consiste na construção de um palácio de gelo todo decorado, especialmente na região do Québec.

Mesmo com cerca de 10 graus negativos, tem gente que se arrisca a fazer corridas no gelo praticamente sem roupa e até pegar um Sol de biquíni.

Ainda mais perto daqui, acontece uma bela festa no Carnaval de Oruro, na Bolívia. No país vizinho, a festa tem tradições católicas e indígenas e celebra a vitória da Virgem da Candelária sobre o Diabo, tudo com muita dança e trajes típicos.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com