Guerra dos 100 Anos: por que ela foi a guerra mais longa da história

1

É difícil estipular qual foi exatamente a guerra mais longa da história, mas os historiadores geralmente concordam em eleger uma que foi tão longa, que sua duração foi responsável por nomeá-la nos livros de história. Trata-se da famosa Guerra dos 100 Anos, travada entre as dinastias da Inglaterra e da França já no final da Idade Média, entre os anos de 1337 e 1453.

Quem é bom de matemática já percebeu que as contas não batem. Entre 1337 e 1453 cabem 116 anos e na verdade é isso mesmo, a Guerra dos 100 Anos foi tão longa que durou mais de 100 anos. Durante todo esse tempo, tanto a Inglaterra quanto a França tiveram 5 reis cada uma. Quando nasceu o rei Henrique VI da Inglaterra, que ocupava o trono quando conflito terminou, a guerra já durava 80 anos. É muito mais do que uma vida inteira de guerra, especialmente se pensarmos nas condições de vida da época.

Tudo começou quando Felipe VI, da França, invadiu territórios que pertenciam à Inglaterra dentro da França. O inglês Eduardo III resolveu revidar os ataques franceses e o resultado foi a guerra mais longa da história, já que os dois países eram muito ricos e com exércitos bem preparados e equipados. Houve poucos e curtos períodos de trégua e os ingleses começaram ganhando, mas no final, alavancada por inovações tecnológicas, como canhões, por exemplo, a França conquistou os territórios que originaram a briga.

Humanidade: Guerra Infinita

Ao longo da história, existem várias outras candidatas a guerra mais longa, mas algumas coisas tornam difícil a análise de conflitos muito antigos, por exemplo. Primeiramente por falta ou escassez de documentos que mostrem com exatidão quanto tempo durou a guerra. Assim, fica difícil saber se uma guerra durou 300 anos mesmo, ou se é exagero de quem escreveu.

Veja também:   Como os terraplanistas explicam fenômenos como o eclipse lunar?

Em segundo lugar, algumas guerras antigas conhecidas são na verdade categorizações modernas e arbitrárias. O que acontecia provavelmente é que haviam períodos onde conflitos entre dois povos eram mais ou menos comuns, mas ninguém enxergava aquilo como uma verdadeira guerra. Em uma análise mais formal, nenhum conflito durou tanto quanto a Guerra dos 100 anos, especialmente depois dela.



Discussion1 Comentário

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com