É possível hackear robôs de sexo para matar, alerta cientista

0

Um cientista especialista em segurança cibernética, Dr. Nick Patterson, deu entrevista recentemente e falou sobre um possível futuro robótico.

O cientista comentou que, realmente, os robôs são uma tendência para substituir o trabalho humano nas mais diversas atividades. Várias máquinas nesse sentido já existe, inclusive robôs programados para serem brinquedos sexuais.

Patterson alertou, entretanto, que todo robô necessita de um sistema operacional – o que os deixa passíveis de serem hackeados. Ele afirma que criminosos poderiam hackear as máquinas com o intuito de matar.

“Hackers podem acessar um robô ou um dispositivo robótico e ganhar controle total de suas conexões, braços, pernas e outras ferramentas anexas, como facas e aparelhos de soldagem. Uma vez que o robô é hackeado, o hacker tem controle total e pode mandar instruções para o robô”, ele disse.

Ele explica que um dispositivo basta estar conectado a uma interface para ser hackeado e, inclusive, robôs seriam ainda mais fáceis de invadir do que um computador ou celular.

“Robôs precisam de um sistema operacional para funcionar, assim como nossos telefones, tablets e laptops. Como temos visto, é popular ter tudo conectado à internet hoje em dia – telefones, geladeiras, câmeras de segurança, casas inteligentes… Robôs não são diferentes”, finalizou.



Veja também:   Estudo aponta que ter uma memória ruim te faz mais inteligente; entenda

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com