O pé-grande existe? Veja o que a ciência diz sobre o assunto

1

Você acredita que o pé-grande possa existir? Há diversos relatos, especialmente nos Estados Unidos, em que pessoas afirmam terem visto uma criatura alta, bípede e coberta de pelos.

Muitas vezes, os relatos são situados próximos as florestas, onde possivelmente o pé-grande poderia se esconder das pessoas. Vários vídeos sobre o ser rodam pela internet – muitos deles são amadores, com baixa qualidade visual.

Há, também, várias reportagens e séries sobre o pé-grande. Material é o que não falta. Mas uma coisa chama atenção: por que não temos uma prova concreta de que este ser realmente possa existir?

Algumas pessoas disseram ter vistos marcas e rastros deixados pelo pé-grande. Provas já foram recolhidas e analisadas pela comunidade científica. Testes de DNA e moldes em comparação foram feitos.

Mas o que poderia ser o pé-grande? Há quem diga que seja um ser primitivo, parente dos primatas atuais, chamado de Gigantopithecus, que não tenha entrado em extinção. Ou pode não ser nada disso.

Vamos tentar desvendar o mistério a partir das informações existentes:

Pé-grande e Yeti

Considerado parente do pé-grande, o Yeti, também conhecido como “abominável homem das neves”, é um outro ser que aparece em diversos documentários e relatos de várias pessoas ao redor do mundo. Só que esse ser viveria nas zonas frias do mundo, como Nepal e Canadá, por exemplo.

  10 modificações de corpo bizarras que você nunca faria

O Yeti teria características parecidas com as do pé-grande, mas sua pelagem seria cinzenta. Um dos famosos relatos é de uma mulher chamada Ludmila Hristofovora, que afirmou ter visto um Yeti caminhando próximo a uma floresta, em uma região de acesso difícil na Rússia.

Em seu relato, Ludmilla afirmou ter ouvido um barulho em volta do local que estava, e quando foram verificar, existiam marcas de pegadas no chão com mais de 5 centímetros de profundidade. Além de ter o vídeo, ela disse que não haviam pessoas e nem animais no local. Pouco depois, o grupo fez um molde da pegada com gesso e entregou para análises.

Farsa

Com relação ao pé-grande, uma farsa chamou a atenção. Nos Estados Unidos, um homem chamado Rick Dyer afirmou ter capturado o ser e estar em posse da carcaça.

No entanto, tratava-se de uma farsa. O homem fez isso para chamar a atenção e ainda obteve um lucro de US$ 20 mil.

Mas existe ou não?

Não existem provas concretas de que o pé-grande realmente exista. Os pelos e as pegadas encontrados e atribuídos ao ser, na verdade, são de animais silvestres.

Já os Yeti avistados no Canadá são animais grandes, como ursos polares e pardos, primatas ou até mesmo rochas cobertas de neve.

Um estudo publicado pela Proceedings of the Royal Society B: Biological Sciences usou mais de 30 amostras de pelos atribuídas ao pé-grande. Os testes só indicaram que os vestígios eram de ursos, cachorros e porcos-espinhos.

  Quanto tempo levaria para um vampiro drenar o seu sangue?

A ciência garante: o pé-grande não existe.

Este texto foi parcialmente produzido por Bruno de Jesus para o canal Acredite Ou Não no YouTube. Texto editado por Igor Miranda. Veja a versão em vídeo:



Discussão1 Comentário

  1. Eu acredito no Pé Grande pois existem muitos mistérios nesse mundo que é gigante! Aposto que devem existir mais “criaturas” que nunca ninguém ouviu falar, um exemplo é a Nessie ou Monstro do Lago Ness como costumam chamar, creio que ambos existam e também que tenham uma grande inteligência…

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com