Papa João Paulo II: conheça a vida de um dos pontífices mais longevos da Igreja

0

Há 15 anos, morria um dos Papas mais importantes da história da Igreja Católica. João Paulo II foi o terceiro pontífice que ocupou o cargo por mais tempo e quebrou paradigmas dentro da igreja.

Ele assumiu o posto em um período conturbado, sendo o cardeal mais jovem a ser eleito Papa. Saiu com fama de conciliador e popular, lembrado em diversos momentos históricos.

Karol Wojtyla nasceu em Wadowice, na Polônia, em 18 de maio de 1920. Ele perdeu boa parte da família ainda antes dos 20 anos de idade e enfrentou os horrores da Segunda Guerra Mundial, com seu país sendo um dos mais devastados.

Aos 22 anos, resolveu se tornar padre, ascendendo ao sacerdócio com 26 anos de idade. Em 1964, após concluir dois doutorados, se torna arcebispo de Cracóvia e chega ao nível de cardeal três anos depois.

Wojtyla foi eleito Papa em 16 de outubro de 1978, escolhendo o nome de João Paulo II, em homenagem ao antecessor, João Paulo I, que ocupou o cargo por pouco mais de um mês.

Foi o Papa mais novo da história, assumindo a posição com apenas 58 anos, além de ter sido o primeiro Papa não italiano desde o holandês Adriano VI, que foi pontífice em 1522.

O Papa Peregrino

Em seus 27 anos como Papa, João Paulo II viajou a 129 países. Poliglota, ele foi peça importante em diversos conflitos diplomáticos, desde a Guerra Fria, até a reintrodução dos antigos países que formavam a União Soviética no ocidente. Foi considerado também um diplomata dentro da Igreja Católica.

João Paulo II foi um grande defensor do diálogo entre os ramos da cristandade, com atenção especial dedicada à Igreja Ortodoxa e à Igreja Anglicana, com quem promoveu diversas reuniões ecumênicas, tradição continuada por seus sucessores.

Em 2000, ele pediu perdão em nome da Igreja Católica por erros do passado, incluindo as Cruzadas, a Inquisição e outras injustiças cometidas ao longo da história.

O Papa esteve no Brasil em quatro ocasiões diferentes, sempre reunindo multidões, lotando estádios e deixando boas mensagens no maior país católico do mundo.

Sua devoção à Virgem Maria, que vem desde os tempos de sua ordenação sacerdotal, encontrou no Brasil grande alegria, principalmente no que se refere à santa padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.

Atentados e morte

Infelizmente, nem sempre sua popularidade foi bem retribuída. João Paulo II sofreu três atentados contra a sua vida. Em 1981, foi baleado por um militante fascista turco em plena Praça de São Pedro, enquanto passava pela multidão.

No ano seguinte, em Portugal, enquanto agradecia por ter sobrevivido ao primeiro atentado, um sacerdote tentou apunhala-lo.

Depois disso, terroristas nas Filipinas tentaram explodir seu avião, em um plano que foi descoberto pelas autoridades antes de se concretizar.

O Papa viria a falecer apenas em 2005, aos 84 anos, por complicações do mal de Parkinson, com o qual lutava há muitos anos. Foi sucedido pelo cardeal alemão Josef Ratzinger, que assumiu o papado com o nome de Bento XVI.

No mesmo ano, em junho, foi aberto seu processo de beatificação, concluído em 2011, considerado um tempo recorde.

Foi ainda canonizado em 2014 pelo Papa Francisco, agora sendo reconhecido oficialmente como São João Paulo II. Seu dia é celebrado em 22 de outubro, data em que realizou sua primeira missa como sacerdote, ainda na Polônia.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com