Paralimpíadas: como surgiu e se desenvolveu o 2º maior evento esportivo

0

Nesta semana, tiveram início as Paralimpíadas, que como de costume, acontecem pouco tempo após os Jogos Olímpicos, na mesma cidade sede.

Hoje, o evento tem um bom reconhecimento, cobertura a nível mundial e muita importância, inclusive no Brasil, que possui uma delegação paralímpica formada por atletas de altíssimo nível, mas nem sempre foi assim.

As primeiras Paralimpíadas aconteceram há 57 anos, por coincidência, também na cidade de Tóquio, capital do Japão. Na época, apenas 21 países participaram dos jogos, num total de 378 atletas que incluíam apenas uma condição física: as lesões na medula, que impediam os movimentos.

Hoje, não só os números cresceram muito, como também outros tipos de condições tornam os jogos muito mais inclusivos.

Inicialmente, a principal ideia das Paralimpíadas era a reabilitação de soldados incapacitados em guerras, daí o foco nas lesões de medula. Foi só a partir da década de 80 que outras deficiências passaram a ser incluídas, chegando ao formato que temos hoje.

A deficiência intelectual foi incluída em 1996, mas cancelada pouco tempo depois, por conta de fraudes nos jogos de 2000.

Essa suspensão foi revogada em 2012, quando foi criado todo um sistema de controle e classificação das deficiências, o que gerou muitas críticas.

Para alguns atletas, esse sistema acaba sendo preconceituoso e pouco confiável, sofrendo até acusações de corrupção, mas a organização promete estar tentando sempre tornar o processo de seleção cada vez mais justo e inclusivo.

Organização

Falando em organização, o Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês), só foi criado em 1989.

O objetivo era criar um diálogo com o Comitê Olímpico Internacional (COI), que chegou ao auge por meio do projeto que ficou conhecido como “uma cidade, uma oferta”, onde as cidades-sede das Olimpíadas eram obrigadas a sediar também as Paralimpíadas.

Nos últimos anos, os jogos paralímpicos também têm sofrido críticas em relação ao que vem sendo chamado de “ciborguização”, o incentivo e maior destaque a atletas que fazem uso de tecnologias para obter desempenho.

Seja qual for a sua opinião a respeito das Paralimpíadas, certamente trata-se de um evento grandioso que merece a atenção do mundo.



  • Sabia que leitor do Acredite Ou Não tem descontos exclusivos e frete grátis na primeira compra em quadrinhos, livros e QUALQUER produto comprado no site da Amazon? Para garantir, basta realizar a compra clicando por aqui.
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com