Pássaro robô é usado para afastar outras aves de aeroportos

0

Os pássaros sempre foram um problema terrível para os aeroportos de todo o mundo. O risco de que uma das aves acabasse em uma colisão com uma hélice ou turbina, causando danos ou até mesmo a queda do avião sempre existiu. De fato, tais acidentes não são incomuns, dando um prejuízo anual estimado em bilhões de reais.

Para controlar a grande população de pássaros, os aeroportos utilizam pirotecnia, canhões sonoros, lasers e outros sistemas com o objetivo de afastar as aves das áreas de trânsito das aeronaves.

Porém os pássaros acabam se acostumando com o efeito dos sistemas ao longo do tempo, voltando a voar na área novamente, trazendo de volta o risco de acidentes.

Foi por causa desses problemas que os roboticistas da Universidade de Twente desenvolveram um pássaro robótico realista que patrulhará a pista de pouso, assustando pássaros de verdade no Aeroporto Internacional de Edmonton, no Canadá.

O robô, que acabou recebendo o codinome “Robird”, imita a aparência e também o voo de um falcão. Como o falcão tem um comportamento imponente, chegando inclusive a se alimentar de outras aves, a sua presença nas proximidades acaba assustando os demais pássaros. 

O pássaro artificial é uma criação da Clear Flight Solutions, empresa spin-off da Universidade, que na criação do projeto colaborou com uma empresa canadense de serviços de drone chamada Aerium.

Projeto Drone de Pássaro

Robird faz parte de um projeto de drone em larga escala em Edmonton, que não só manterá as aeronaves seguras, mas também terá a função de observar a vida selvagem, inspecionar edifícios e tomar medidas 3D da região. Por três meses, a eficácia do Robird em assustar pássaros será monitorada com muito cuidado.

“Este é um passo histórico para o Robird e para a nossa empresa”, diz Nico Nijenhuis, CEO da Clear Flight Solutions. O sucesso do projeto pode revolucionar a forma que os aeroportos lidam com os problemas das aves em todo o mundo.

“Nós atualmente operamos nossos Robirds em uma variedade de lugares, mas dar o passo para a plena integração dentro das operações diárias em um aeroporto é enorme. Durante anos, temos visto muito interesse dos aeroportos”, disse Nijenhuis.

“Começar agora oficialmente a integração de nossas operações em um grande aeroporto canadense é algo absolutamente fantástico”.

Com informações do TechRadar

  Velocidade da luz é captada por câmera desenvolvida por cientistas



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com