As enigmáticas esferas de pedra da Costa Rica

0

As esferas de pedra da Costa Rica, também chamadas de “la bolas”, são mais de 300 esferas existentes em Delta Diquís, na Ilha de Caño, na Costa Rica.

As bolas de pedras são atribuídas como feitos da já extinta Cultura Diquís. Por isso, essas esferas também são conhecidas como Esferas Diquís.

esferas-pedra-costa-rica

Há esferas de todos os tamanhos., algumas com poucos centímetros, enquanto outras têm mais de 2 metros de diâmetro e chegam a pesar mais de 15 toneladas.

esfera-pedra-gigante-costa-rica

A maioria das esferas de pedras foram feitas de gabro, que é uma rocha de cor escura formada a partir do resfriamento do magma da composição basáltica. Por essa razão, o gabro é equivalente ao basalto.

esferas-pedra-gabro-costa-rica

Contudo, há também algumas esferas que foram feitas de arenito, e outras de calcário.

Data de criação das bolas de pedra

Estima-se que as bolas de pedras tenham sido esculpidas por volta do ano 600. A maioria, contudo, possui sua criação datada após o ano 1000. O feito ocorreu antes da Colonização das Américas.

A estratigrafia, que estuda as camadas de rochas, foi a técnica usada para determinar a idade das pedras.

Mas, como muitas esferas não estão mais em seu local original, a pesquisa se mostrou sendo 100% confiável.

O que se sabe, é que a cultura que criou as pedras desapareceu após a colonização Espanhola. Hoje é comum encontrar essas pedras enfeitando os jardins das mansões dos poderosos da região.

  Codex Gigas: A Bíblia do Diabo

esfera-pedra-mansao

Descoberta das esferas

As esferas foram descobertas por acaso, em 1939, quando a United Fruit Company estava limpando a selva para iniciar um plantio de bananas.

united-fruit-company

Assim, as esferas passaram ser vistas como um obstáculo à limpeza sendo, muitas delas, tiradas do caminho com escavadeiras.

Alguns trabalhadores começaram a cavar buracos nas bolas de pedra e colocaram dinamite para que elas explodissem. Eles fizeram isso, por achar que poderia haver ouro no interior das pedras. Assim, muitas delas foram destruídas.

Essas atividades comprometeram de forma drástica a identificação das esferas. Ainda assim, algumas delas foram restauradas e hoje estão no Museu Nacional da Costa Rica, em São José.

museu-nacional-da-costa-rica

Mistérios em torno das esferas de pedra

Há numerosas histórias intrigantes acerca das esferas de pedras.

Alguns dizem que elas vieram da lendária Atlântida, ou que se formaram pela ação da natureza, sem intervenção do homem.

Há também lendas locais que afirmam que há uma poção que seria capaz de amolecer as pedras, mas isso não foi comprovado por geólogos e arqueólogos.

O que se pode afirmar é que as esferas estão muito próximas da perfeição em seu formato circular, o que intriga e chama a atenção para o modo como elas devem ter sido esculpidas.

Devido ao passar do tempo, e também em decorrência da intervenção da natureza e do homem, não se sabe com certeza se as pedras tinham mesmo o formato redondo.

  Saiba mais sobre as misteriosas pirâmides do Egito

esferas-pedra-costa-risca-acao-do-tempo

Outro enigma em tono das esferas, é que ainda não se chegou um consenso sobre o que teria motivado alguém a esculpi-las.

Existe a teoria de que essas esferas auxiliavam na navegação, apontando para a Ilha de Páscoa e Stonehenge. Ou que elas podem ter sido usadas como bússolas magnéticas, ou ainda na astronomia.

Como a maioria das pedras foram movidas de seu lugar original, esse mistério ficou bastante difícil de ser desvendado.

Pela raridade, perfeição, e por serem distintas de qualquer coisa que há no planeta, as esferas de pedra da Costa Rica hoje fazem parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

esferas-pedra-costa-rica-unesco

Deixe um Comentário