10 coisas que podem desaparecer para sempre se as abelhas morrerem

0

Você pode nem imaginar, mas abelhas são consideradas, por muitos, mais importantes para o planeta do que nós, seres humanos. A grande razão é que elas são responsáveis não só pela produção de mel, mas também por polinizar diversas plantas, frutas e vegetais essenciais para nossa sobrevivência e de outros animais

E para nossos azar, elas foram colocadas, recentemente, na lista de animais que estão em extinção. Então, se prepare que isso pode ter consequências catastróficas para o planeta.

Confira abaixo 10 coisas que podem desaparecer para sempre se as abelhas morrerem:

10) O suprimento mundial de alimentos

abelhas1

As abelhas são uma parte importante da polinização na agricultura, só que muitas pessoas não sabem o quão importante que elas são nesse aspecto. Atualmente, existem 100 variedades de culturas agrícolas que fazem parte de 90% do suprimento de alimentos do mundo. Pense em maças, bananas, abacates e milho. As abelhas são a principal fonte de polinização de 70% dessas culturas. O que significa que 63% do suprimento mundial de alimentos é diretamente dependente das abelhas.

Enquanto que existem outras espécies que realizam essa polinização, seus efeitos são bem menos relevantes que os das abelhas. Os morcegos, por exemplo, são os maiores polinizadores após esses insetos, só que eles preferem plantas que possuem flores com cores desbotadas. O agave, goiaba e figo se encaixam nessa categoria, só que eles não são tão importantes e relevantes no mercado de alimentos. Sem falar que não são suficientes para sustentar bilhões de seres humanos.

9) A indústria do café

abelhas2

Além de diversas frutas e vegetais, as abelhas são as principais polinizadores do café. Então, sem elas, nosso suprimento mundial de café diminuíra drasticamente, e essa indústria perderá sua rentabilidade. Em um primeiro momento, você pode pensar que isso não terá grandes consequências, já que a cafeína é um composto que não é essencial para o ser humano e que o término do café não causará fome. Só que essa é uma indústria importante para o nosso mundo.

Por exemplo, em 2016, a rede Starbucks, sozinha, arrecadou US$ 21,3 bilhões em vendas. E que no último mês de maio, divulgou ter mais de 245 mil funcionários. O café também é um produto muito valioso na América Latina, especialmente na Guatemala, onde uma grande parcela da população trabalha na indústria do café. Sem as abelhas, esse império multinacional pode ruir, o que deixará centans de milhares de pessoas desempregadas em todo o planeta.

8) A indústria do Halloween

abelhas3

As abelhas também são as principais polinizadoras das abóboras, que costumam crescer em fazenda menores, mais familiares. Acredita-se que esses produtores chegam a colher quase 1 bilhão de abóboras por ano.

O fim das abelhas seria um grande golpes aos seus produtores, mas eles ainda conseguiriam sobreviver. Só que a indústria do Halloween , que chega a arrecadar US$ 850 milhões por ano, sentiria e muito com a perda das abóboras, fundamentais para a criação das famosas lanternas. O que seria da celebração sem as abóboras?

7) A indústria de roupas

abelhas4

O algodão é um dos produtos mais importantes da história dos EUA, e muito da história dos EUA tem relação direta com a colheita do produto. Atualmente, estima-se que 60% das roupas femininas e 75% das maculinas contenham algodão como material principal, enquanto que metade das roupas produzidas nos EUA são puramente feitas de algodão.

Você, inteligente leitor, com certeza já imaginou que as abelhas também são as principais responsáveis pela polinização do algodão. Sem elas, essa indústria com certeza vai sentir e muito. E será um problema até mesmo em países em desenvolvimento, já que as malhas de algodão são essenciais para proteger a pele do sol, além de refrescar.

6) A indústria de grãos e nozes

abelhas5

Até mesmo os mais variados tipos de grãos e nozes também são polinizados pelas abelhas, como as amêndoas e a castanha de caju. A maior produtora de amêndoas do mundo, por exemplo, já ressaltou diversas vezes a importância da polinização das abelhas em suas plantações. Esse demanda é tão grande que essa empresa possui, em suas mãos, metade da população de abelhas do EUA.

Na África, os cajus que crescem a partir da polinização das abelhas produzem 200% mais do que aqueles polinizados artificialmente. Graças a elas, as famílias que produzem o fruto também conseguem uma renda extra vendendo o mel e a cera produzida pelas abelhas.

Se elas forem extintas, isso não irá afetar apenas a produção de grãos e nozes, mas também pode acabar com pequenos negócios.

5) A indústria de biocombustíveis

abelhas6

A indústria dos biocombustíveis depende de diferentes tipos e plantas para produzir o etanol. Essa nova tecnologia possui a habilidade de revolucionar a indústria de combustíveis e criar alternativas mais sustentáveis.

E, claro, esses biocombustíveis também dependem da polinização das abelhas. Um exemplo notável é o combustível de canola. Ele é imune ao frio e propriedades corrosivas, o faz dele um combustível ideal entre as alternativas já existentes.

Só que o óleo de canola não existe sem a presença das abelhas, que polinizam as plantas e mantém as espécies vivas. Então, se elas morrerem, a indústria dos biocombustíveis, com certeza, irá sentir muito.

4) A indústria do transporte rodoviário

abelhas7

Eis uma indústria que ninguém imaginaria que pudesse ser afetada pela morte das abelhas. Por exemplo, a maior empresa de transporte rodoviário dos EUA é a  Dot Food, que transporta alimentos. Com 4.500 funcionários, ela chega a ter lucros anuais de US$5,4 bilhões.

Se você é esperto, já fez a associação. Se as abelhas morrerem, 70% dos alimentos do planeta serão afetados. E isso afetará também a indústria rodoviária, pois com 70% menos de frutas e vegetais, não haverá muito o que transportar, e diversos trabalhadores perderão seus empregos.

3) A indústria da carne

abelhas8

Para poder criar gado para abate, quatro elementos são essenciais: fibras, subprodutos, grãos e óleos de sementes. Os subprodutos podem ser feitos a partir de qualquer coisa que tenha nutrientes. Já os demais, como vc deve imaginar, dependem da polinização das abelhas, em espécial os óleos de sementes.

E nem é preciso dizer que sem esses elementos essenciais, o gado não crescerá de forma adequada. Os óleos de sementes são a principal fonte de proteínas para os bovinos. Vacas que crescem sem eles sofrem de problemas de saúde.

Ou seja, sem as abelhas, não serão apenas os nossos suprimentos de frutas e vegetais que serão afetados, mas também a indústria de carne.

2) A economia mundial

abelhas9

Não é só a economia dos EUA que seria afetada pelo desaparecimento das abelhas. Muitos países da América Latina dependem da venda de bananas para sustentar a economia, e eles chegam exportar 13 milhões de toneladas da fruta anualmente.

Na Ásia, os principais produtos agrícolas são o algodão, óleos de sementes e diversas frutas. A economia africana também depende de espécie únicas de frutas e vegetais.

Sim, todos esses produtos dependem da polinização das abelhas para continuar existindo, e podem sumir se elas desaparecerem. Se envolvermos todas as espécies de abelhas que existem, elas são responsáveis por um lucro anual de 30 bilhões de dólares anuais. Então, nem seria preciso dizer que isso teria efeitos desastrosos na economia mundial e trocas internacionais, o que criaria diversas crises que afetariam todas as partes do mundo.

1) A raça humana

abelhas10

Com tudo que já foi apresentado até aqui, você já deve ter imaginado qual a pior consequência da possível extinção das abelhas.

Muitos cientistas e engenheiros acreditam que nós, humanos, não somos capazes de sobreviver à extinção das abelhas por muito tempo. Já outros são mais céticos e acreditam que nós não desapareceremos do planeta, mas concordam que poderíamos enfrentar sérias consequências econômicas e crises de fome.

Mas existe um outro grupo de cientistas que acredita que a extinção das abelhas e dos seres humanos andam lado a lado. Muitos deles afirmam que os insetos são as espécies animais mais valiosas de todo o planeta, acima dos fungos, plânctons e até mesmo os primatas.

O pesquisador George McGavin já admitiu que “um mundo sem as abelhas seria totalmente catastrófico”. Apenas o tempo irá dizer se essas previsões pessimistas vão se concretizar ou não.



Fonte: Listverse

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com