10 tecnologias que podem te transformar em um super-herói

1

Se você sempre sonhou em ser um super-herói, e ter poder escalar paredes como o Homem-Aranha, ou o impressionante fator de cura do Wolverine, pode ser que você consiga realizar esse sonho um dia.

Diversos cientistas e pesquisadores já conseguiram desenvolver tecnologias que são capazes de nos dar atributos que são bem semelhantes com os poderes de super-heróis. Claro, essas invenções ainda precisam de muitas melhorias e aperfeiçoamentos, e pode ser que nem vejam a luz do dia. Mas existem.

Confira abaixo 10 tecnologias que podem te transformar em um super-herói:

1) Armadura voadora (Homem de Ferro)

Um britânico conseguiu criar, por conta própria, um traje bem semelhante ao do Homem de Ferro, e que lhe permite voar.

Richard Browning criou o traje ao combinar três miniaturas de motores de aviões e juntá-las aos seus braços e pernas. Ele controla a velocidade e direção ao mudar o direcionamento do impulso dos motores. Não existe nenhum mecanismo para que ele consiga virar, por exemplo.

Claro, o traje não possui outros atributos, como força sobre-humana e raios laser, mas permite que Browning consiga voar por, aproximadamente, 10 minutos. No início, ele era capaz de ficar de um a dois metros acima do chão, em uma velocidade de apenas oito quilômetros por hora. Mas o britânico afirma que o objetivo é voar a 100 metros do chão e alcançar 100 km/h.

Mas se você quer uma igualzinha, vai doer no bolso. Browning diz que o protótipo custa em torno de US$ 250 mil (pouco mais de 750 mil reais).

2) Fator de cura (Wolverine)

O impressionante fator de cura do Wolverine parece algo impossível para um ser humano comum. Mas uma pesquisa experimental do exército dos EUA está desenvolvendo pequenos implantes que são capazes de fazer qualquer pessoa se curar por conta própria.

O Programa de Prescrição Elétrica, ou ElecRX, procura desenvolver pequenos implantes capazes de monitorar constantemente a condição física de uma pessoa e providenciar estímulos elétricos para qualquer um de nossos sistemas, caso um deles esteja precisando. Eles são tão pequenos que podem ser implantados com uma simples agulha.

Veja também:   O que aconteceria se a Floresta Amazônica fosse destruída?

Os implantes podem ser utilizados para o tratamento de dolorosas e crônicas condições inflamatórias, como artrite reumatoide e a doença inflamatória intestinal. Mas também não espere ganhar a longevidade do herói.

3) Correr rápido (Flash)

Se a ideia de um traje que voa já não é legal o suficiente, imagine ter um que te ajude a correr muito rápido, como um Flash da vida real.

Essa mochila movida à bateria, por exemplo, permite que uma pessoa corra até 20 segundos mais rápido que o normal. Essa tecnologia foi desenvolvida originalmente como parte de um programa da DARPA (a agência do governo americano para desenvolver tecnologias para uso militar) para fazer soldados se movimentarem mais rápido em um campo de batalha. E agora, cientistas querem utilizá-lo para ajudar a melhorar o desempenho de atletas.

Agora se você vai utilizar isso para o bem ou para o mal, fica ao seu critério.

4) Invisibilidade (Mulher Invisível)

Capas de invisibilidade podem não ser capazes de esconder qualquer segredo de sua mente, como a Mulher Invisível consegue. Mas saiba que essa tecnologia vem melhorando aos poucos.

Tentativas anteriores de criar capas de invisibilidade tentaram fazer objetos desaparecer, ao desviar a luz que chegava nelas, mas tecnologias recentes estão utilizando aproximações diferentes. Uma delas é chamada metascreen, que é capaz de refletir as ondas de luz (só que até o momento, só funciona em micro-ondas de luz, e não a luz visível).

Até agora, apenas pequenos objetos conseguiram se tornar invisíveis, e em situações que não podem ser consideradas reais. Mas o trabalho de cientistas continua.

5) Visão de Raio X (Superman)

A visão de Raio X do Superman permite que ele veja através de paredes (ao menos que elas sejam feitas de chumbo, lógico), e agora, graças ao trabalho de cientistas do Massachusetts Institute of Technology (MIT), vamos conseguir também. Quase, na verdade.

O sistema de captura idealizado pelo MIT utiliza sinais de rádio de baixas ondas para ver o movimento através de paredes, e em alguns experimentos, cientistas conseguiram identificar 15 pessoas com 90% de precisão. Essa tecnologia faz uma espécie de escaneamento do chão, e depois procura mudanças que ocorrem, como os movimentos que nós fazemos.

Veja também:   Quanto ganha uma atriz pornô - e por que é mais do que um ator do ramo

As aplicações iniciais desse novo sistema serão voltadas para a saúde, já que os pesquisadores desejam criar uma tecnologia capaz de monitorar o movimento de idosos que possuem risco de cair. Algo que teria a aprovação do super-herói, com certeza.

6) Força sobre-humana (Hulk)

Se você sempre quis gritar “Hulk Esmaga!”, e logo em seguida, quis destruir algo, saiba que um traje com alta tecnologia pode fazer isso se tornar realidade.

Conhecido pelo sigla TALOS, esse traje “promete providenciar força sobre-humana, com uma enorme proteção balística”, de acordo com o exército dos EUA, que está desenvolvendo a tecnologia. Ele também permite ajudar qualquer humano carregar cargas bem pesadas, o que nos deixaria muito fortes.

Além disso, o traje possui uma proteção à prova de balas, por meio de um exoesqueleto feito de um fluído magnético, capaz de transformar o líquido em sólido em questão de segundos. Até o Doutor Bruce Banner ficaria surpreendido.

7) Teletransporte (Noturno)

Recentemente, cientistas conseguiram fazer partículas se teletransportarem, da mesma forma que o herói Noturno, da Marvel, consegue.

Seja bem vindo ao estranho mundo do teletransporte quântico. Apesar dos pesquisadores não conseguirem teletransportar a matéria pelo espaço, por meio da mágica do entrelaçamento quântico – um processo nos quais partículas subatômicas são ligadas e podem se comunicarem mesmo separadas por grandes distâncias – que pode transmitir informação de um lugar para outro.

Os responsáveis já conseguiram teletransportar partículas a uma distância de quase 145 quilômetros. E um dia, eles esperam criar algo semelhante para melhorar a segurança na internet, pois esse tipo de comunicação na rede seria muito mais seguro que a atual.

8) Escalar paredes (Homem-Aranha)

O Homem-Aranha não tem problema algum em escalar paredes e arranha-céus, mas para um humano comum, isso permanece algo possível apenas na ficção científica. Até agora.

Inspirado pelos pés grudentos das lagartixas, o Pentágono desenvolveu uma espécie de pá, que pode ser colocada nas mãos e permite que qualquer ser humano suba paredes, no mesmo estilo do Homem-Aranha. Essa tecnologia foi desenvolvida para permitir que soldados consigam ter acesso a locais muito altos em áreas urbanas.

Veja também:   Adamantium existe? O metal do esqueleto do Wolverine seria viável?

Ao mesmo tempo, cientistas da Universidade de Stanford criaram uma tecnologia similar, também inspirada pelos pés das lagartixas. Ela consiste de duas lâminas, cobertas por ladrilhos do tamanho de selos, que são envolvidas por borrachas.

9) Telecinésia (Jean Grey)

Pesquisadores da Universidade de Minnesota criaram uma interface cérebro-computador que pode fazer o usuário conseguir mover objetos com o poder da mente, da mesma forma que ocorre com a mutante Jean Grey, dos X-Men.

O sistema permitiu que seus usuários conseguissem controlar um quadricóptero de controle remoto apenas com os seus pensamentos.

Para isso, a pessoa utiliza uma espécie de boné, com alguns eletrodos, que pegam os sinais do cérebro e os transmitem para um computador, que os traduz como uma espécie de movimento. Os voluntários, primeiramente, precisaram de um tempo para aprender a mexer na nova tecnologia em um simulador. E depois, conseguiram voar o quadricóptero em uma pista de obstáculos.

10) Respirar debaixo d’água (Aquaman)

Um aparelho que promete fazer você respirar debaixo d’água, como o Aquaman, parece bom demais pra ser verdade. Mas ele está em desenvolvimento

Os criadores do Triton, nome dado ao aparelho, afirmam que suas guelras artificiais podem permitir um ser humano respirar debaixo d’água por até 45 minutos, em profundidades de até 4,5 metros, sem todo aquele equipamento necessário para mergulho. Mas muitos cientistas se mostraram céticos com a criação. O motivo é que aparelho só consegue funcionar se mergulhadores nadarem a velocidades consideradas sobre-humanas, e ele ainda necessita de um pequeno tanque.

Uma campanha para arrecadar fundos chegou à marca de 800 mil dólares, para que o Triton fosse lançado no mercado. Mas a companhia responsável por ele reembolsou as pessoas que ajudaram, em 2016.

Essa é outra tecnologia que apesar de existir, ainda está longe de se tornar real.

Fonte: LiveScience

Discussion1 Comentário

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com