Confira 5 fatos curiosos sobre vulcões

0

Vulcões são fenômenos naturais responsáveis pelo lançamento de material magmático, cinzas e gases oriundos do interior da Terra para a superfície. Isso você deve ter aprendido na escola.

Já na lista a seguir, iremos abordar cinco fatos curiosos que provavelmente você não sabia sobre esses imponentes monstros da natureza. Então, venha conferir com a gente!

5. Existem vulcões na lua de Júpiter

Io-júpiter-lua

Antes de falarmos sobre vulcões em nosso próprio planeta, vamos fazer uma breve viagem pela vasta escuridão do espaço até Io, a lua mais escondida de Júpiter.

Io é o lugar mais geologicamente ativo em todo o Sistema Solar, com mais de 400 vulcões. Alguns deles têm anéis que chegam a ter mais de 400.000 km² de circunferência.

Esses vulcões são verdadeiros “infernos”: as temperaturas deles chegam a atingir cerca de 1.500 graus. O solo em torno das aberturas vulcânicas literalmente ferve por conta do imenso calor. Suas nuvens de enxofre e lava podem subir mais de 400 km no ar e podem até mesmo ser vistas da Terra, por meio do Telescópio Espacial Hubble.

4. Mais de 80% da superfície da Terra é de origem vulcânica

evolucao-da-terra

A antiga atividade vulcânica desempenhou um grande papel na formação do nosso planeta e o moldou como conhecemos hoje. Mais de 80% da superfície terrestre, incluindo o nível superior e inferior do mar, é de origem dos vulcões.

  26 fotos chocantes que te farão entender porque estamos em perigo

As emissões de gases vulcânicos ao longo de milhões de anos ajudaram a formar os primeiros oceanos na Terra e até mesmo nossa atmosfera, que, como bem sabemos, é extremamente vital para todos os seres vivos do planeta. As erupções também ajudaram a moldar a paisagem do planeta, incluindo suas planícies, montanhas e paisagens deslumbrantes.

Erupções continuam moldando a massa terrena. A ilha Nishinoshima, que tem um vulcão ativo que recentemente entrou em erupção, fez com que o território aumentasse cinco vezes de tamanho.

3. Vulcões ativos podem gerar energia

vulcão-energia-geotérmica

A energia geotérmica – gerada com o calor da Terra – não é algo novo. Por que não usar os locais mais quentes da Terra para fazer isso?

Recentemente, as autoridades tem enxergado os vulcões em atividade como potenciais fontes de energia renovável. Esforços para aproveitar o seu poder já estão sendo realizados.

O Havaí, por exemplo, tem planos ambiciosos para se tornar um estado com energia 100% renovável até 2045. Eles planejam usar sua vasta coleção de vulcões para alcançar esse objetivo.

Há questionamentos sobre a segurança de se construir uma usina de energia em um vulcão, mas os engenheiros afirmam ser capazes de prever com antecedência se uma erupção está a caminho. A ideia, provavelmente, vale o risco: a nova tecnologia poderia fornecer 30% mais energia do que os poços geotérmicos usados hoje.

  Os dias na Terra estão ficando mais longos; entenda o porquê

2. Vulcões podem aparecer ‘da noite para o dia’

paricutín-vulcão

Embora seja verdade que a maioria dos vulcões levem milhares de anos para se formar, alguns aparecem num piscar de olhos (pelo menos em termos geológicos).

Paricutín, um vulcão localizado no México, apareceu aleatoriamente em um milharal em 20 de fevereiro de 1943, e dentro de cerca de uma semana, ele já tinha, de altura, o equivalente a cinco andares de um prédio. Em 1952, nove anos após ter surgido do chão, ele atingiu sua altura máxima de 424 metros.

1. Se a Caldeira Vulcânica de Yellowstone entrasse em erupção, os Estados Unidos e vários países sofreriam as consequências

caldeira-vulcânica-yellowstone

A Caldeira Vulcânica de Yellowstone está adormecida por 640 mil anos. Para o bem de todos, é melhor que ela continue assim.

Cientistas afirmam que as chances de uma erupção acontecer são pequenas. No entanto, caso aconteça, o fenômeno natural imediatamente mataria cerca de 90 mil pessoas nos Estados Unidos e deixaria uma camada de três metros de de cinzas vulcânicas em um raio de mil quilômetros do local.

Não só pessoas seriam soterradas nas cinzas, como também aparelhos eletrônicos seriam afetados, além de outros efeitos colaterais como bloqueio do sol e baixa temperatura no país. Isto, por sua vez, destruiria plantações e causaria escassez de alimentos em todo o mundo, já que os Estados Unidos é o maior exportador alimentício atualmente.

  Hospital declara que 1º transplante infantil duplo de mãos foi um sucesso

Enquanto alguns biólogos afirmam que os efeitos não seriam tão drásticos assim, as cinzas ainda perturbariam as comunicações por um longo tempo. O transporte aéreo também seria afetado, com fechamento por tempo indeterminado. Isso no melhor cenário.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com