As 5 lendas urbanas coreanas mais horripilantes

0

As lendas urbanas são criadas para assustar as pessoas e fazer com que elas fiquem marcadas em suas mentes, muitas vezes relacionando as com locais ou acontecimentos específicos. Assim é também com as lendas urbanas coreanas.

Tais lendas estão presentes em diverso países. e na Coreia do Sul não é diferente. Há diversas lendas urbanas coreanas que podem arrepiar e te deixar chocado. Confira quais são as 5 lendas urbanas coreanas mais horripilantes.

1 – A Virgem

a-virgem

Acredita-se que fantasmas virgens vivem frustrados vagando por diversos locais, principalmente hospitais, escolas, cemitérios, dentre outros. Identificados pela face coberta com fios de cabelo e rosto fechado, todos são vistos comumente vestidos de branco.

Ao mudar-se de casa, é possível reconhecer a presença de um fantasma virgem devido à mudança de temperatura, vento repentino e arrepios por todo o corpo.

Uma das lendas urbanas coreanas mais famosas do gênero fala de um homem que acabara de se mudar, e em uma noite de sono acordou com batidas em sua porta. Ao perguntar que era, uma voz se manifestou, dizendo que ele deveria contar até 100 e que não fizesse qualquer barulho. Ele abriu a porta e nada havia, então deitou-se e começou a contar, porém abriu os olhos no número 49 e encontrou a virgem.

2 – Espírito do Banheiro

espirito-do-banheiro

Várias histórias de banheiros são contadas como local macabro para assustar a todos, inclusive na Coreia do Sul, onde não há uma boa iluminação nos corredores de escolas antigas e o ambiente torna-se cenário para diversas mortes.

Alunos relatam que escutam barulhos vindos dos banheiros, como o bater de janelas e portas. A lenda urbana diz que ao entrar no banheiro, um espírito poderá lhe visitar perguntando se você deseja utilizar papel higiênico vermelho ou azul. Na escolha do vermelho o fantasma irá cortar a vítima, no caso do azul o mesmo irá sufocá-la.

Este conto também é muito popular entre as lendas urbanas japonesas.

3 – Tinta Vermelha

tinta-vermelha

Coreanos supersticiosos não utilizam a caneta vermelha para escrever seus próprios nomes, julgando o significado de azar ou morte. A tinta é somente utilizada para rabiscar os nomes das pessoas que já faleceram.

4 – Taxistas no Mercado Negro

taxistas-no-mercado-negro

Outra arrepiante lenda urbana coreana relata que os taxistas atendiam seus clientes para retirar os órgãos e comercializá-los no mercado negro, livrando-se do corpo em um campo para que ninguém os encontrasse.

Com os recorrentes desaparecimentos, a lenda é levada até hoje como verdadeira, mesmo com a vigília da polícia.

5 – Fantasmas de Familiares

fantasmas-de-familiares

O principal tema em diversas mídias coreanas é a existência de espíritos e assombrações que rondam casas e locais diversos, onde por vezes tais entidades podem ser identificadas por meio de acontecimentos paranormais.

Há diferentes lendas urbanas que tratam sobre a família e seus entes queridos que já faleceram, alegando que os mesmos não desconectam-se tão rapidamente. Uma das principais fala da avó que havia morrido recentemente e seu neto, dias depois, sonhou com a senhora chamando-o, enquanto ele se via cercado de água por todos os lados. Os sonhos somente pararam quando a família desvinculou-se dos pertences da parente.

Conforme boatos, quando algum familiar sonha com o falecido lhe chamando, isto significa que a alma está sendo roubada.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com