7 maneiras estúpidas de se matar acidentalmente

0

Nesta lista, estão algumas das maneiras mais estúpidas de se matar acidentalmente. Confira:

1. Vestindo um cachecol muito longo

Isadora Duncan pescoço longo
Na década de 1920, a dançarina Isadora Duncan era uma mulher com beleza arrebatadora, com um pescoço longo e esguio. Ela também gostava de usar cachecóis longos e indo para as estradas no interior da França. Infelizmente, essa combinação de desejos provou ser fatal: enquanto estava sentada no banco do passageiro de um carro esportivo, seu lenço vermelho soprou para trás e ficou preso no eixo da roda posterior, separando seu lindo pescoço em dois e matando-a instantaneamente.

2. Comer muito Pudim

rei comeu pudim
Existe a gula, e existe a gula do rei Adolf Frederick da Suécia. Em 12 de Fevereiro de 1771, o rei sentou-se para uma refeição e nunca mais se levantou. Depois de comer uma refeição apta para um rei, consistindo de lagosta, caviar, e champaigne, decidiu comer algo doce. Adolph conseguiu consumir 14 tigelas de “Semla”, uma sobremesa cheia de creme servida em uma tigela de leite quente, antes de seu sistema digestivo falhar. Eu adoro pudim, mas não como esse rei.

3. Ouvindo música muito alta

ouvir musica alta
OLHE PARA CIMA, UM HELICÓPTERO VAI CAIR!!! Isaías Otieno poderia ter ouvido isso, ou os sons terríveis de um helicóptero fora de controle … se ele não estivesse usando fones de ouvido. Otieno saiu para uma caminhada em British Columbia para enviar uma carta, quando o acidente ocorreu, matando o piloto e os ocupantes, bem como o infeliz pedestre. Às vezes vale a pena prestar atenção.

Veja também:   Quanto custa um rim e outros órgãos no mercado negro

4. Morrendo Ironicamente: Proprietário da Segway morre em um Segway

James W. Heselden segway
Seria uma reviravolta do destino, ou apenas uma simples idiotice. James W. Heselden tinha assumido recentemente o cargo da empresa Segway – você sabe, aqueles hoverboards de 2 rodas que deveriam ser usados por todo mundo mas só são usados por seguranças de shopping? Ao sair para um passeio, Heselden acidentalmente caiu com seu Segway numa ribanceira perto de sua casa na Inglaterra. Como diz o velho ditado, viva pela Segway, morra pela Segway

5. Jogando videogame demais

Lee Seung Seop morte videogame
Dizer que Lee Seung Seop tinha um vício em videogames chega a ser até otimista demais. Ele não era viciado em games, ele era dependente. Ele deixou seu emprego para dedicar mais tempo aos jogos. Em agosto de 2005, ele começou uma maratona em um videogame em um coffeeshop sul-coreano local. Jogando por 50 horas seguidas, parando apenas para cochilar ou idas rápidas ao banheiro, ele morreu de desidratação e insuficiência cardíaca. GAME OVER.

6. Pulando da Torre Eiffel, em um teste de uma roupa de pára-quedas

Franz Reichelt traje roupa para quedas torre eifel
Franz Reichelt, um alfaiate francês, estava obcecado com sua ideia de criação de uma roupa de pára-quedas para aviadores que pudessem estar em perigo. Ele a chamou de “The Flying Tailor”, e disposto a fazer um teste com sua invenção, ele subiu no alto da Torre Eiffel em 04 de fevereiro de 1912, prometendo usar um manequim. Acontece que, na hora, ele mudou de opinião e resolveu não usar mais o manequim, sendo ele mesmo a cobaia de seu traje. Resumindo, ele horrorizou espectadores que assistiram ele pulando em sua roupa e caindo para a morte. Graças ao YouTube, o seu primeiro e último salto foi preservado para que todos possam assistir.

Veja também:   O que acontece com o cérebro no momento da morte?

7. Com uma overdose de sexo e Viagra

Sergey Tuganov viagra aposta morte
Esse cara foi estupidamente burro. Duas meninas apostaram com Sergey Tuganov, um homem de 28 anos de idade, $3000 que ele não aguentaria um dia inteiro com as duas na cama. Para provar que ambas estavam erradas, o russo tomou uma cartela inteira de Viagra e partiu para o desafio. Doze horas depois, ele ganhou a aposta … mas morreu de um ataque cardíaco.

Fonte: oddee.com



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com