Quanto custaria para se tornar o Batman da vida real?

0

É impossível que exista um Superman, ou uma Mulher-Maravilha de verdade, mas, tecnicamente, é possível se tornar um Batman da vida real. Basta ser muito, muito rico. Alguns sites como MoneySuperMarket, Mashable e outros resolveram contabilizar quanto custaria para que alguém na vida real resolvesse ter todo o treino e equipamento, além da vida de Bruce Wayne.

Dizem que o dinheiro é o superpoder do Batman e isso não está totalmente errado. Só a roupa, por exemplo, já dá uma ideia disso: um traje equivalente ao usado pelo herói na trilogia de Christopher Nolan, onde foi interpretado por Christian Bale, custaria pouco mais de 1 milhão de dólares, ou quase 3,5 milhões de reais. Mas, se a sua intenção é virar um Batman mais próximo dos quadrinhos, o traje sai mais em conta: apenas 980 mil reais.

Mas nem só de roupas legais vive o Homem-Morcego. Veículos como o Batmóvel e outros mirabolantes sairiam por uns 60 milhões de dólares, fora a manutenção. Espere mais de 200 mil dólares em equipamentos, ou muito mais do que isso, no caso dos quadrinhos. Nas HQs o Batman lida com ameaças alienígenas e seres com poderes quase divinos, então o custo é bem maior. A Kryptonita, por exemplo, usada como precaução, para manter o Superman sob controle, pode custar até 25 mil dólares, valor de um cristal pequeno.

Entram ainda na conta os valores gastos em cursos diversos de engenharia, artes marciais, aviação, uso de armas, além de tudo o que Bruce Wayne precisou aprender algum dia, o que não é pouca coisa. 1,5 milhão de dólares devem resolver.

Veja também:   Remela nos olhos: o que é e por que ela se forma?

O “grosso” da fatura

Não queremos desanimar ninguém do sonho de se tornar um vigilante em Gotham City, mas o maior custo entre todos os citados vem agora. De acordo com o site Movoto, a Mansão Wayne custaria cerca de 32 milhões de dólares, com custo de manutenção de 327 mil dólares anuais. Até aí “tudo bem”, acontece que a casa da família Wayne vem com um enorme complexo subterrâneo, a chamada Batcaverna.

Cheia de tecnologia de última geração e responsável por abrigar todo o equipamento e veículos do Cavaleiro das Trevas, manter a Batcaverna custaria 54,4 milhões. Isso tudo sem esquecer do fiel mordomo Alfred Pennyworth e seu salário, que foi calculado em módicos 230 mil dólares mensais.

Fechando as contas (finalmente!), os valores podem variar bastante, mas chega-se a uma média de 168,7 milhões de dólares, ou 548,6 milhões de reais, isso só para começar a brincadeira. Infelizmente, sai mais barato ser picado por uma aranha radioativa, ou ter o DNA alterado por alguma radiação ou tecnologia inovadora. Poderes mágicos também devem sair mais em conta.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com