Boomers, zoomers e millenials: entenda o conflito de gerações na internet

0

É bem provável que você já tenha visto a expressão “ok, boomer”, em uma discussão na internet.

Isso expressa um conflito de gerações que tem surgido nos últimos anos, com os millenials, outrora tão criticados, sendo pegos em meio ao fogo cruzado entre os mais velhos e a geração mais nova, que possui valores bem diferentes.

Mas o que significa tudo isso, no fim das contas?

Os chamados “Baby Boomers” são a geração que nasceu entre o pós-guerra e meados dos anos 60 e 70.

São os filhos dos que sofreram o horror da guerra e nasceram em um mundo em paz, onde podiam criar seus filhos em paz e sem muita preocupação com os rumos do planeta.

A alta taxa de natalidade lhes deu o apelido, que hoje está adquirindo um teor pejorativo.

Essas pessoas, com um viés geralmente mais conservador e que ignoram questões como sustentabilidade e ecologia, vivem em pé de guerra com os membros da chamada “Geração Z”, os nascidos depois de 2000.

Essas pessoas foram as primeiras a nascerem em um mundo já com internet e por isso levam uma vida que muitas vezes não se dissocia das redes.

Engajados e combativos, eles se importam com questões sociais e do meio ambiente, possuindo uma opinião geralmente mais progressista.

Ultimamente, têm combatido o conservadorismo e o conformismo – em sua visão – dos boomers, mas não só os mais velhos são alvos de suas críticas.

Millenials no fogo cruzado

No meio disso tudo e também da linha cronológica estão os millenials. Nascidos entre os anos 80 e 90, eles foram os últimos a viver em um mundo não conectado.

Eram criticados pelos boomers por não darem importância a valores como estabilidade financeira, casamento e família tradicional. A maioria trocou tudo isso pela liberdade e a possibilidade de viver seus sonhos.

Acontece que com a chegada dos “zoomers”, os millenials também passaram a ser malvistos pelos seus “sucessores”.

Embora sejam diferentes dos “boomers” e tenham um diálogo melhor com a “Geração Z” por entenderem melhor a tecnologia – afinal, foram os desbravadores disso, os millenials estão adquirindo uma tendência a nostalgia e se enxergam mais nos mais velhos, carregando muito do ceticismo de seus antepassados.

Independente de qual dessas gerações você faz parte, é interessante notar como esses padrões tendem a se repetir.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com