É verdade que a cidade de Moscou tem um metrô secreto? Conheça a história

0

O metrô de Moscou, na Rússia, é famoso pelas estações que parecem galerias de artes. No entanto, existe uma lenda urbana sobre um metrô secreto que passa por baixo das linhas principais.

Ele seria usado por autoridades e militares para um deslocamento rápido e seguro, além de possivelmente servir como porta de entrada para uma cidade subterrânea secreta, construída na época da Segunda Guerra Mundial.

O que se sabe é que existe uma linha por baixo do metrô comum, muitas vezes referida como Metro-2. Ela data dos tempos da União Soviética e é aqui que começam as especulações.

Há quem diga que ela ainda está ativa, mas ninguém sabe ao certo. Os trajetos da linha secreta seriam curtos, ligando apenas pontos importantes da cidade. Quatro deles estariam em operação até hoje.

O metrô secreto teria sido construído pelo líder soviético Joseph Stalin, com a intenção de conseguir escapar em segurança junto a seus aliados mais próximos em caso de um conflito armado na capital russa.

O Metro-2 seria equipado ainda com bases subterrâneas e aparato militar de altíssimo nível.

De fato, sabe-se que Stalin temia ser traído por forças internas mesmo após o fim da Segunda Guerra Mundial.

Além disso, a Rússia tem uma forte tradição de criar esconderijos e bunkers desde o século XVI, no mínimo. Por isso, a ideia não deve ser totalmente descartada, já que é uma solução perfeitamente possível.

O que há de concreto?

Oficialmente, o Metro-2 é apenas uma linha do metrô de Moscou que existiu em algum momento da era soviética, mas desde o fim da URSS, alguns políticos e personalidades falaram do assunto, ainda que brevemente.

É o caso do ministro Alexander Muzykantskiy, que citou a linha ferroviária como um sistema de operação militar e político.

Numa entrevista para a revista americana Time, um suposto ex-agente da KGB, a antiga polícia secreta da União Soviética, afirmou que depois do metrô secreto ainda existem 15 andares subterrâneos, no que seria uma cidade por baixo da cidade.

Esse sistema de bunkers seria capaz de abrigar 15 mil pessoas.

A declaração do ex-KGB liga a lenda urbana a uma outra, a da cidade de Ramenki-43, que seria construída para abrigar as grandes figuras do regime soviético caso uma guerra nuclear contra os Estados Unidos acabasse acontecendo.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com