Cães podem ser treinados para detectar Covid-19 em urina

0

Um novo estudo está mostrando a eficácia de cães treinados para detectar contaminações por covid-19, e o desempenho está sendo surpreendentemente bom.

Os animais, que muitas vezes são treinados por forças de segurança para farejar drogas e contrabando em fronteiras e operações policiais, também estão conseguindo detectar covid-19 na urina de pacientes testados.

Muitos cães conseguem detectar a presença de doença através do olfato, logo, eles podem oferecer uma alternativa interessante para se detectar infecções por covid-19.

Segundo os autores do estudo, o emirado de Dubai já chegou a usar cães em aeroportos para detectar o novo coronavírus, mas sem muita base científica para isso. No caso, foram usadas amostras de saliva e suor.

O novo estudo se destaca por usar amostras de urina, que tecnicamente possuem uma concentração viral menor. Mesmo assim, os cães estão mostrando um desempenho bem melhor do que o esperado, ficando na casa dos 96% de acerto.

No entanto, pelo menos por enquanto, eles conseguem distinguir apenas entre resultados positivos e negativos das amostras que eles já conhecem, sem a certeza de detecção em amostras desconhecidas.

Embora os cientistas destaquem que os cães estão fazendo um ótimo trabalho, é de comum acordo que o próprio teste em si deve ser melhorado, para que os cães tenham acesso a uma gama maior de odores diferentes entre infectados e não infectados.

Isso deve ensiná-los a lidar com amostras desconhecidas e só então conheceremos o real potencial do “teste canino” para covid-19.

Cheiro de melhora

A próxima etapa visa também submeter os animais – 8 labradores e 1 pastor belga malinois – ao que os pesquisadores chamam de “teste de camiseta”.

Nesse teste, os cães devem analisar e procurar por vestígios de infecção investigando o odor de uma camiseta usada pelos pacientes durante uma noite.

O principal diferencial desse teste é que nele os cães devem ser capazes não só de apontar infectados e não infectados, mas também aqueles já foram vacinados contra a covid-19.

Isso pode ser usado para aumentar significativamente a segurança de locais públicos, onde apenas pessoas que já tomaram a vacina poderiam entrar.



Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com