Máscaras de Covid-19 descartadas estão fazendo mal à natureza

0

As máscaras usadas para a segurança de todos durante a pandemia de covid-19 estão prejudicando a segurança da natureza.

Os modelos descartáveis estão não apenas infestando mares, rios e matas, entre outros ambientes, como também acabam muitas vezes indo parar em contato com animais, que podem se ferir ou até morrer caso se prendam aos elásticos.

Uma pesquisa publicada no periódico Animal Biology fala não só das máscaras, mas de outros EPIs (equipamentos de proteção individual) encontrados na natureza.

Na Holanda, peixes começaram a ficar presos em luvas cirúrgicas, enquanto aves começaram a coletar máscaras para a construção de seus ninhos, um sintoma óbvio de como esse lixo está sendo descartado incorretamente.

De acordo com o estudo, que levou em conta notícias e relatos postados em redes sociais em vários locais do mundo, pelo menos 28 espécies de animais estariam sendo afetadas por todo o novo lixo gerado durante a pandemia.

Os casos incluem desde animais aquáticos, passando por aves e terrestres. Macacos foram vistos mastigando máscaras, enquanto aves são frequentemente encontradas presas em elásticos e luvas.

No Brasil, um pinguim que viajava da Patagônia até aqui foi encontrado morto em uma praia na cidade de São Sebastião, em São Paulo.

Ele havia ingerido uma máscara do modelo N95, considerada uma das mais seguras na proteção contra a covid-19 em humanos, mas que acabou sendo letal para outro ser vivo por ter sido mal descartada.

Bola de neve

A ONG OceansAsia, de Hong Kong, afirma que cerca de 1,5 bilhão de máscaras foi parar no oceano desde o início da pandemia de covid-19.

Somado ao problema já existente da presença abundante de plásticos nos oceanos, o cenário é bastante perigoso para a vida animal.

E não só em ambiente selvagem, já que cães e gatos também já morreram por entrarem em contato com máscaras e outros itens descartados de forma errada em ambiente urbano.

Uma das medidas que pode ser tomada para minimizar um pouco esses efeitos é o corte dos elásticos de máscaras que vão ser descartadas.

Isso dificulta que os animais fiquem presos às tiras, embora não resolva totalmente o problema. Todo o cuidado é pouco na hora de descartar os EPIs, assim como todo o lixo com potencial poluente.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com