Como seria se a Lua não existisse?

1

Por anos e anos, desde sua existência, a Lua serve de inspirações para muitas histórias, poesias e músicas. Várias teorias e coisas absurdas foram criadas sobre ela. Por exemplo: quem quando criança, acreditava que a Lua era feita de queijo? Ou que, em toda Lua cheia, um monstro, metade homem e metade lobo, aparecia para espalhar o terror?

Fato é que a Lua é o nosso satélite natural está sempre girando em volta da Terra. Será que ela é importante para nós? Será que um dia ela vai desaparecer?

Sim, ela é importante e, sim, um dia ela vai desaparecer. Segundo pesquisadores, a cada ano ela se afasta cada vez mais mais da Terra, até que o campo gravitacional não terá mais efeito sobre ela. É realmente assustador saber disso, certo? Então confira quais seriam as consequências, se a Lua não existisse.

E se a lua não existisse?

De inicio, podemos afirmar que talvez a nossa espécie sequer existiria. Enquanto dá voltas, a Lua puxa o planeta com sua gravidade. Isso foi determinante para a evolução do homem.

Se não fosse esse “puxão”, a rotação da Terra ficaria frouxa como a de um pião que perde velocidade. O eixo do planeta mudaria de posição a toda hora, de uma maneira tão caótica que os polos ficariam apontados para o Sol.

Segundo o astrônomo Walmir Cardoso, coordenador da Sociedade Brasileira para o Ensino da Astronomia, o clima enlouqueceria. Séculos quentíssimos se alternariam com outros em que camadas de milhares de quilômetros de gelo cobririam os continentes. Nevascas, furacões, enchentes e secas seriam corriqueiros. “Com um tempo desses, ficaria tão difícil sobreviver que não dá para acreditar que seres inteligentes como os humanos pudessem se desenvolver”, afirma Cardoso.

Veja também:   Saara: quando o maior deserto do mundo era verde e úmido

Vida sem a Lua

Mesmo assim, se com todos esses obstáculos uma civilização despontasse, ela teria que ser bem diferente da nossa. A boa notícia para as mulheres é que elas se livrariam da tensão pré-menstrual. Segundo o paleontólogo Reinaldo Bertini, “devemos o ciclo da menstruação ao luar”. Os homens de antigamente caçavam à noite, quando os animais saíam das tocas – sobretudo na Lua cheia, quando há mais luz. Na Lua nova, portanto, eles ficavam em casa com as esposas. “Só as mulheres férteis nesses períodos tinham filhos”, afirma Bertini. Com o tempo, o organismo feminino adaptou-se ao ciclo da Lua, de 28 dias.

Os mares também seriam afetados, pois a Lua é responsável pela grande variação das marés. Ela puxa e empurra toda a água dos oceanos, fazendo com que marés subam e desçam.

A maioria das espécies de animais na Terra seria aquática, pois dentro da água a temperatura sobe e desce mais devagar. Dessa forma, o mar protegeria os bichos das variações extremas de temperatura. Já pensou se, ao invés de evoluirmos para seres terrestres, fôssemos aquáticos? Atlântida já não seria uma lenda.

O planeta seria basicamente constituído de oceanos, pois a Lua é um naco terrestre que foi arrancado quando um planeta desenfreado chamado Orpheus bateu em nós há 4 bilhões de anos. O planeta tinha aproximadamente o mesmo tamanho de Marte. Já a Terra era bem maior. Segundos os geólogos que estudam até hoje as rochas daquele tempo, foi concluído que havia mais água aqui antes dos planetas se chocarem. O líquido evaporou e escapou da atmosfera com a violência do impacto. Se isso não tivesse acontecido, a Lua jamais teria existido e os oceanos dominariam a Terra.

Veja também:   Muçulmano criou a teoria da evolução séculos antes de Darwin

Outro efeito da ausência do satélite é que os dias seriam mais curtos. Isso porque a gravidade lunar, além de segurar o eixo da Terra, faz com que a velocidade da rotação do nosso planeta diminua lentamente. Se não houvesse um satélite ao nosso redor, esse “freio” não ocorreria e o giro terrestre seria muito rápido. Cada volta iria se completar em aproximadamente 15 horas. Esse seria a duração de um dia.

A vida por aqui seria bem diferente sem a Lua. Mas não se desesperem: apesar dela estar indo embora – já que a cada ano ela se afasta cerca de 1 a 3 centímetros da Terra -, ainda vai demorar milênios para que ela saia de nosso campo gravitacional. E já existem muitos pesquisadores procurando uma solução para esse problema.

Curtiu o artigo? Então ajude o site e compartilhe nas suas redes sociais.



Discussion1 Comentário

  1. Eu acredito sim, que como a terra existe, pode haver outra terra por ai a fora na imensidão desse espaço tão grande

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com