Jovem morre após comer macarrão feito 5 dias antes; entenda

0

Já imaginou que um simples macarrão pode se transformar na causa de morte de uma pessoa? Por mais improvável e absurdo que isso pareça, um jovem belga de 20 anos teve esse enorme azar, de acordo com um vídeo em um canal do youtube que relata casos médicos surreais como esse, e que também foi publicado no Journal of Clinical Microbiology.

De acordo com o vídeo, esse jovem tinha o costume de preparar suas refeições para  a semana aos domingos, da mesma forma que muitos de nós fazemos para economizar tempo e dinheiro. E guardava a comida em potes plásticos na sua geladeira.

No entanto, no caso desse macarrão, o jovem o teria deixado fora da geladeira e só foi consumi-lo após cinco dias. Ele até sentiu um gosto estranho, mas acreditou que isso era culpa do molho de tomate que usou na massa.

Pouco depois, o rapaz foi se exercitar, mas em questão de meia hora, começou a sentir dores abdominais, náuseas e dores de cabeça, além de diarreia e vômitos. No entanto, ele não procurou atendimento médico e apenas optou por descansar.

No dia seguinte, seus pais foram o procurar e notaram que o filho já estava morto. De acordo com a autópsia, ele morreu apenas 10 horas após comer o macarrão.

Mas como que ele pode ter morrido desta forma? A resposta veio por meio de amostras fecais, que detectaram a presença de uma bactéria chamada Bacillus cereus, que causa a “síndrome do arroz frito” uma intoxicação alimentar que costuma aparecer em arroz cozido e que foi deixado em temperatura ambiente por várias horas.

O jovem belga morreu por conta de uma necrose hepática, que é quando o fígado para de funcionar, bem como uma possível pancreatite aguda. O macarrão foi enviado para análises de laboratório, que confirmaram a presença da bactéria.

Confira o vídeo deste caso abaixo. Atenção: está em inglês.

Veja também:   A culpa por Brumadinho: 73% das barragens não foram fiscalizadas após Mariana



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com