Kobe Bryant: conheça a história e a importância do atleta no basquete

0

No último domingo, 26 de janeiro de 2020, o jogador de basquete Kobe Bryant morreu em uma queda de helicóptero.

A comoção foi geral e justificada. Bryant não foi só um dos maiores jogadores da história de seu esporte, mas também era reconhecido como ser humano. Ele transcendeu o basquete, sendo premiado até mesmo com um Oscar de Melhor Animação, entre outros feitos.

Bryant tinha 41 anos e estava aposentado há quase quatro. Ele iniciou sua carreira em 1996, já no Los Angeles Lakers, time que defenderia até seu último jogo, em 2016.

O clube o tem como um de seus ídolos máximos, tendo até mesmo “aposentado” as camisas de números 8 e 24, usadas por ele ao longo da vida.

Ele era considerado uma espécie de sucessor do lendário Michael Jordan como o grande astro da NBA, a liga americana de basquete, e acabou realmente assumindo esse papel.

Bryant venceu a liga por 5 vezes, sendo vice-campeão em duas oportunidades. Ganhou ainda duas medalhas de ouro, nas Olimpíadas de 2008 e 2012, jogando com a seleção dos Estados Unidos.

Entre seus feitos mais impressionantes está um jogo da NBA na temporada de 2006, onde os Lakers enfrentaram o Toronto Raptors. O placar terminou em 122 a 104 para o time de Kobe Bryant e ele, sozinho, fez 81 do total de pontos, em uma marca histórica.

Além do basquete

Kobe Bryant, também apelidado de “Black Mamba” (‘Mamba Negra’, uma espécie de serpente conhecida pela alta velocidade), era querido por companheiros e adversários, além de muito respeitado. Em 2016, escreveu um poema sobre sua aposentadoria que acabou se tornando um filme em animação, intitulado ‘Dear Basketball’ (‘Querido Basquete’).

O filme resume sua bem-sucedida carreira e é narrado pelo próprio atleta. Em 2018, a produção foi premiada com o Oscar de Melhor Animação, mostrando que Bryant era um atleta cuja importância superava os limites das quadras da NBA.

Pouco antes de morrer, voltou a se interessar pelo basquete por causa de uma das filhas, Gianna, de 13 anos, que começava a tomar gosto pelo esporte. Ela também estava no helicóptero, cuja trágica queda não deixou sobreviventes.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com