O lado assustador dos contos de fadas

0

Os contos de fadas que terminam com os personagens felizes para sempre nem sempre tiveram esse desfecho. Os finais positivos ficaram conhecidos (e eternizados) na versão das produções cinematográficas da Disney.

Entretanto, as histórias originais trazem enredos marcados por vingança, inveja, traições, assassinatos, canibalismo e estupros. E, na maioria das vezes, um final trágico.

Sabe-se que os contos eram histórias passadas oralmente durante a Idade Média, cuja intenção era transmitir valores morais. Porém, ao invés das belas fantasias as lições de moral eram aplicadas pelo medo.

As primeiras compilações desses contos populares foram feitas em 1695 por Charles Perrault e duzentos anos mais tarde pelos Irmãos Grimm. Os desfechos desses epílogos são assustadores se comparados aos finais mágicos em que o bem vence o mal.

1 – Os Três Porquinhos

os-tres-porquinhos

A história é similar a dos contos de fadas modernos, mas os dois porquinhos ao invés de fugirem para a casa do terceiro irmão acabam sendo comidos pelo lobo.

Então o lobo bate na casa do terceiro porquinho, mas ele não conseguir derrubar a casa e muito menos consegue enganar o porco, quem acaba sendo vítima é o próprio lobo.

A última tentativa do vilão é entrar pela chaminé, porém um caldeirão o espera. E o lobo é servido no jantar.

2 – Branca de Neve e os Sete Anões

branca-de-neve

Uma garota despertou a inveja de sua madrasta com sua beleza. Por esta razão, sua madrasta ordenou que ela fosse morta

Porém, o encarregado da tarefa enganou a madrasta e deixou a menina em uma floresta. Então, ela encontra a casa dos setes anões, que a deixam ficar em troca de cuidar das atividades domésticas.

A madrasta descobre que a moça está viva e consegue enganá-la para que ela coma uma maça envenenada. Os anões encontram a garota morta, mas como ela era tão bela, não a enterraram, a colocaram em uma cripta de vidro.

Quando um príncipe a viu, ficou encantado por ela. Então, os anões deram a para ele. No caminho, a cripta caiu e Branca de Neve cuspiu um pedaço de maça.

Então, eles se apaixonaram e planejaram um grande casamento. A madrasta é convidada, porém para ela é oferecido sapatos de ferro que foram deixados na brasa. A madrasta dança até cair morta queimada.

3 – Cinderela

cinderela

O famoso sapatinho de cristal da Cinderela, na versão original, eram tamancos de pelos.

Quando o príncipe vai até a casa da madrasta procurando moças que calcem corretamente os sapatos, as filhas das madrastas mutilam os próprios dedos e calcanhares para conseguir encaixar os pés.

Na história, há dois passarinhos que ajudam a Cinderela, eles que a arrumaram para ir à festa e também são eles que contam para o príncipe que as moças haviam cortado os membros para os pés.

Após o príncipe encontrar a verdadeira dona dos sapatinhos de pelos, eles se casam. E as irmãs comparecem a festa, mas os pássaros não a perdoam e bicam os seus olhos até as deixarem cegas. Em algumas versões, Cinderela quebra o pescoço da madrasta.

4 – Chapeuzinho Vermelho

chapeuzinho-vermelho

Em todas as versões a moral da história é uma só, porém apenas no conto atual a menina tem um final feliz. Na versão mais macabra, o lobo fingindo ser a vovó oferece comidas e vinho para a moça, que não recusa. Porém, mal sabe ela que praticou canibalismo com a sua própria avó.

Em seguida, a suposta avó pede para Chapeuzinho tirar a roupa e deitar se na cama com ela. A moça começa a observar o corpo da avó e a dizer “como você é peluda, vovó”, “que bocão você tem” e então, ela é silenciada para sempre.

5 – A Pequena Sereia

a-pequena-sereia

Para poder viver fora do mar, Ariel faz um acordo com a bruxa do mar, cede a sua voz e a cada pisada seria como se estivesse enfiando os pés em facas.

Infelizmente o príncipe não corresponde ao seu amor, então a bruxa concede a Ariel mais uma chance para se salvar e voltar a viver como sereia. Ela só precisaria enfiar uma faca no peito do príncipe.

Ariel se recusa, pula no mar e se transforma em espuma.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com