Devo parar de tomar a losartana potássica? Entenda o recolhimento do remédio

0

A losartana potássica é um medicamento muito comum no tratamento de hipertensão, mas quem faz o uso deve ter tomado um baita susto com uma notícia recente.

  • Alexa com mais de R$ 100 de desconto!!! Com opção de FRETE GRÁTIS!!! E a melhor parte: experimente por 30 dias e DEVOLVA se não curtir o produto! Confira clicando aqui.

A farmacêutica Sanofi Medley, responsável pela fabricação da droga, fez um recall dos comprimidos, por conta de impurezas mutagênicas detectadas no medicamento, que favorecem o surgimento de câncer.

A farmacêutica está recolhendo todos os lotes de losartana potássica, embora garanta que seu consumo não é exatamente prejudicial, já que a anomalia foi detectada em outros remédios que contém losartana.

Basicamente, o problema causa alterações no DNA, favorecendo o aparecimento de câncer a longo prazo.

A empresa acredita que houve uma falha grave em seu controle de qualidade, que deixou passar em alguma etapa do processo uma contaminação pelas impurezas.

Como esse controle de qualidade é extremamente rígido, todos os lotes estão sendo recolhidos, embora a detecção tenha sido muito pequena em termos de abrangência.

A Medley promete resolver a questão o mais rápido possível e, com isso, os próximos lotes de losartana já devem ser totalmente seguros.

Agora, o mesmo assunto volta aos holofotes: a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou, nesta quinta-feira (23), o recolhimento e interdição de diversos lotes de vários fabricantes do medicamento.

Devo parar de tomar a losartana potássica?

Médicos alertam pacientes que dependem do medicamento para que não parem de tomá-lo abruptamente, e em alguns casos, é recomendável que o recall da farmacêutica não seja atendido, já que o dano de ficar sem o remédio seria maior do que a possibilidade de ter câncer a longo prazo.

A Anvisa, após a notícia do recolhimento, também recomendou que os pacientes que usam o remédio, mesmo que ele esteja entre os lotes afetados, devem continuar o tratamento, pois a medida é preventiva.

Em caso de dúvida ou se precisar de orientação, o paciente deve procurar um médico.

“A hipertensão e insuficiência cardíaca exigem acompanhamento constante e qualquer alteração no tratamento deve ser feita somente pelo médico que acompanha o paciente. Deixar de tomar o medicamento pode trazer riscos para a saúde do paciente”, reforçou a Anvisa.

A losartana potássica é um dos medicamentos mais usados no Brasil para tratamentos de hipertensão, doenças nos rins e diabetes tipo 2.

Ele é fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), chegando muitas vezes até o paciente sem custo nenhum. É considerado extremamente eficaz e seguro pelas agências reguladoras.

Sua fabricação, como a de qualquer outro medicamento, passa por uma série de processos químicos, nos quais impurezas são detectadas e logo removidas com muita facilidade.

No entanto, em algum momento do processo, o losartana deixou de ser 100% seguro, o que motivou o recolhimento.

  • Alexa com mais de R$ 100 de desconto!!! Com opção de FRETE GRÁTIS!!! E a melhor parte: experimente por 30 dias e DEVOLVA se não curtir o produto! Confira clicando aqui.

Ivermectina: a história do remédio para gado e vermes que ganhou fama



DEIXE UM COMENTÁRIO
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com