Metade dos seus amigos não te considera amigo de verdade, diz estudo

0

A amizade é um dos vínculos mais bonitos que seres humanos podem desenvolver. Envolve afeição, lealdade e altruísmo. É importante para que nossa breve passagem pelo planeta Terra seja um pouco mais divertida e prazerosa.

Um recente estudo realizado na China e publicado no periódico científico PLoS One mostra que seres humanos são seletivos – até demais – com a amizade. O problema disso é que muitas pessoas acabam iludidas, pois, de acordo com a pesquisa, somente metade dos nossos amigos também nos considera amigo deles.

Amigo universitário

Para realizar a pesquisa, os cientistas entrevistaram, inicialmente, 84 universitários da mesma sala. A metodologia foi a seguinte: pediu-se para que os estudantes avaliassem todas as pessoas da classe, em notas que variavam de zero (“não conheço a pessoa”) até cinco (“um dos melhores amigos que tenho”). Para ser considerado amigo, a pessoa deveria ter colocado, ao menos, nota três.

Como resultado, apenas 53% das amizades eram recíprocas. As demais não funcionavam como uma via de mão dupla: um considerava o outro amigo, mas não era o mesmo sentimento que o outro tinha com relação ao primeiro.

Aumento da amostra

A amostragem aumentou na segunda etapa da pesquisa. Os cientistas fizeram o teste em grupo maiores, de até 3 mil pessoas. Os resultados foram semelhantes. Em alguns casos, até piores, pois, em uma situação, apenas 34% das amizades eram recíprocas.

  Fungos da Antártica podem gerar remédio contra dengue

Resultado

Com o resultado em mãos, os pesquisadores entenderam que a principal questão sobre o assunto está relacionada à dificuldade que as pessoas têm em imaginar como os outros nos enxergam. Se há quem não consegue diferenciar amizade de atração física, com certeza, existem muitos que não discernem amizade de “coleguismo”.

“Indivíduos comumente assumem as suas relações afetivas como recíprocas, por padrão. Por exemplo, quando se considera um outro indivíduo como ‘amigo’, a expectativa comum é que esse outro indivíduo também pensa neles como amigos. Além disso, a reciprocidade é assumida implicitamente em muitos estudos científicos de redes de amizade. Na realidade, nem todas as amizades são recíprocas. Estes resultados sugerem uma profunda incapacidade das pessoas para perceberem reciprocidade – talvez porque a possibilidade de amizade não-recíproca desafie a auto-imagem”, diz um trecho do estudo.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com