A Muralha de Game of Thrones existiria no mundo real? A ciência explica

0

Os fãs da série Game of Thrones sabem muito bem o que é a Muralha, uma enorme barreira de gelo que evita a passagem dos Outros/Caminhantes Brancos para o mundo dos vivos (e todos sabemos que ela ruiu ao final da última temporada da série). Mas aqui, vamos falar de outra coisa: seria possível a existência de uma estrutura como essa no mundo real?

Logo de cara, já vamos lhe dizer que um estudo recente sugere que ela não é realista, e sem qualquer tipo de mágica, ela não se sustentaria e cairia rapidamente.

Essa imensa barreira de gelo possui 200 metros de altura, extensão total de quase 500 km e é larga igual uma enorme montanha. Ela é considerada uma das nove maravilhas criadas pelo homem no mundo de Game of Thrones. Ela foi construída por uma figura lendária conhecida como Brandon, o Construtor, e teve a ajuda de gigantes para sua execução.

O objetivo da Muralha de Game of Thrones é defender a fronteira norte de Westeros e protegê-la de invasores. Para isso, a chamada Patrulha da Noite é responsável por defendê-la e possui diversos fortes sobre a estrutura.

Mas o quão forte uma barreira dessa seria se ela realmente existisse no mundo real? O grande problema, aqui, é que o gelo derrete e modifica seu curso com facilidade, de acordo com Martin Truffer, glaciologista da Universidade do Alasca.

Após realizar alguns cálculos, Truffer descobriu que para uma barreira como essa se manter em pé, seria preciso gerar 1.8 megapascal (118 kg por cm quadrado) de estresse em sua base. Para efeito de comparação, é preciso de apenas 0.1 para fazer o gelo começar a derreter e modificar seu fluxo, por exemplo.

Veja também:   Cientistas encontram evidência mais antiga de vida terrestre

Apesar de Truffer afirmar que esse trabalho teve um viés mais divertido, ele também pode ter um uso prático. “Essas mesmas equações podem ter aplicações mais sérias, como explorar o comportamente das camadas de gelo polar de Marte”, disse.

A velocidade na qual a Muralha de Game of Thrones começaria a se deformar dependeria, sigficativamente, da temperatura anual ao seu redor. “Como existem florestas ao redor da Muralha, não pode ser tão frio assim, podemos dizer, abaixo dos menos 10 graus Celsius. Nessa temperatura, a Muralha poderia rapidamente ruir em questão de meses, ou talvez até mesmo em dias.

Uma maneira de conseguir manter a Muralha estável seria resfriá-la de forma sigficativa, a uma temperatura de menos 40 graus Celsius. “Existem pucos lugares na Terra que são frios assim, e alguns estão na Antártica”, disse Truffer.

Só que mesmo assim, essa muralha poderia ruir com o passar do tempo. “Os livros falam que a Muralha possui 8 mil anos, mas após mil anos ela já estaria plana. Isso acabaria com todo o propósito da Muralha”, disse Truffer.

“Eu concluo que esse proposta de muralha de gelo não seria praticavelmente defensável sob as típicas condições da Terra. Poderes mágicos especiais seriam necessários para manter sua forma, até mesmo para apenas alguns dias”, afirmou Truffer, durante um encontro com União Americana de Geofísica, durante o mês de dezembro.

E se você é fã de Game of Thrones, sabe que a magia, de fato, tem um papel importante para a Muralha.

Veja também:   Estudo descobre que mulheres bebem mais quando sentem cheiro de homens

De acordo com Samwell Tarly, o “Sam”, antigos feitiços e mágicas foram utilizadas na Muralha, conforme o que disse no livro A Tormenta de Espadas. Além disso, essa magia também teve como intuito prevenir que os Outros/Caminhantes Brancos cruzassem a Muralha e invadissem os Sete Reinos de Westeros.

Fonte: Live Science

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com