Sonda da Nasa chega ao objeto mais distante já explorado pelo homem

0

E o primeiro dia de 2019 tem de tudo pra ser bastante ocupado e animador para a astronomia: a sonda New Horizons, da Nasa, enfim chegará ao conhecido Cinturão de Kuiper, após 13 anos anos viajando pelo universo, para estudar o objeto mais distante já explorado pelo ser humano.

O Cinturão de Kuiper é um dos locais mais misteriosos do nosso Sistema Solar. Se trata de um cinturão com milhares de pequenos corpos semelhantes a cometas. Cientistas sempre desejaram estudar o local por considerá-lo uma espécie de fóssil de nascimento do Sistema Solar, já que esses corpos seriam alguns resquícios da formação dos planetas.

O grande problema é que o Cinturão de Kuiper é muito distante da Terra, a uma distância de quatro bilhões de milhas daqui (pouco mais de 6 bilhões de km).

Mas graça a New Horizons, isso irá mudar. Em 1º de janeiro de 2019, a sonda passará próxima do objeto 2014 MU69,  que está no Cinturão de Kuiper, e utilizará seus instrumentos para tirar fotos e fazer algumas análises. Em telescópios, ele não passa de um mero pontinho. Ele recebeu esse nome por ter sido descoberto em 2014, enquanto o telescópio Hubble tirava fotos do local para encontrar um alvo para a New Horizons.

Por conta disso, 2014 MU69 se tornará o objeto mais distante já explorado pelo ser humano. Tanto que cientistas já optaram por chamar o local em que o corpo está de Ultima Thule, em referência ao lugar que antigos geógrafos acreditavam ser o mais distante do mundo habitável.

Veja também:   Exoplaneta com o dobro do tamanho da Terra pode ter água líquida

E como você pode ter notado, outro fato interessante é que a New Horizons irá explorar um objeto que foi descoberto após ela ter sido lançada para o espaço.

Os dados coletados pela New Horizons devem levar em torno de 20 meses para chegar até as mãos da Nasa, justamente por conta da distância do Cinturão de Kuiper para a Terra. Cientistas estimam que já devem ter uma compreensão melhor de 2014 MU69 a partir de setembro de 2020.

Enquanto isso, a New Horizons já estará bem longe do Cinturão de Kuiper e indo em direção à Constelação de Sagitário. Anteriormente, ela foi a responsável por estudar Plutão e suas cinco luas e fez descobertas importantes sobre o planeta anão.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com