SpaceX: maior foguete do mundo lança carro da Tesla ao espaço

0

A empresa SpaceX, do empreendedor sul africano Elon Musk, lançou o foguete Falcon Heavy na última terça-feira (6), na base da Cabo Canaveral, no estado da Flórida, nos EUA. Ele já é considerado o maior e mais potente já criado na história, e além disso, também lançou um carro para Marte e os seus propulsores ainda aterrisaram de volta para a Terra.

O Falcon Heavy é considerado o foguete mais poderoso  já construído desde o Saturn V, da Nasa, que transportou astronautas para a lua há 45 anos atrás. O lançamento ocorreu às 15:45 da tarde, no horário de Cabo Canaveral, 18:45 no horário de Brasília.

foguete-falcon heavy 3
Fonte: SpaceX

O lançamento foi transmitido o vivo pela SpaceX, e muitos gritos e aplausos foram registrados no momento em que o Falcon Heavy ligou seus motores. “Estou animado com o que aconteceu hoje. Estou muito orgulhoso da equipe SpaceX. Eles fizeram  um trabalho incrível ao criar o foguete mais avançado do mundo, e o maior foguete do mundo”, disse Elon Musk, em entrevista para a imprensa pouco após o lançamento.

Com a altura aproximada de 70 metros, o Falcon Heavy, na verdade, é composto por três foguetes Falcon 9, também feitos pela SpaceX, cada um contendo nove motores, totalizando 27. Mas algumas alterações precisaram ser feitas para que a ideia pudesse ser posta em prática.

Ele também é capaz de carregar até 64 toneladas em órbita baixa, pouco mais do dobro de seu concorrente mais próximo, o Delta IV Heavy da Nasa, que consegue carregar 29 toneladas.

Veja também:   Morcegos vampiros estão consumindo sangue humano no Brasil; entenda

Em uma cena que lembrava bastante um filme de ficção científica, dois desses propulsores retornaram para a Terra após dois minutos de voo e aterrisaram sem maiores problemas nas bases de lançamento de Cabo Canaveral.

Momento da aterrizagem dos dois propulsores Fonte: SpaceX
Momento da aterrizagem dos dois propulsores Fonte: SpaceX

Apesar de toda a animação, Elon Musk lembrou, um dia antes do evento, que o lançamento seria apenas um teste. “Esse foi um voo teste. E se ele funcionar, acredito que vamos estar prontos para colocar satélites na próxima missão”, disse Musk, que espera fazer o próximo lançamento, agora valendo, dentro de três a seis meses.

Carro da Tesla é enviado para Marte

Se já não bastassem tantas novidades a respeito do lançamento do Falcon Heavy, a SpaceX aproveitou a ocasião para lançar ao espaço um carro da empresa Tesla, que também pertence a Elon Musk. O modelo escolhido foi um Roadster, de cor vermelha.

O anúncio de que o voo carregaria um Tesla Roadster já havia sido feito pelo próprio Elon Musk no último mês de dezembro, e a opção de enviar um veículo foi feita por se tratar apenas de um voo teste. Mas a grande surpresa foi revelada na última segunda-feira (4): um manequim vestido com um traje de astronauta, sentado no banco do motorista do Roadster. Ele recebeu a alcunha de “Starman”, em homenagem à canção de David Bowie com o mesmo nome.

Fonte: SpaceX
Fonte: SpaceX

Mas não pense que a ação foi apenas uma forma de Musk chamar a atenção para os veículos de sua empresa. O Tesla Roadster está a caminho de Marte. Segundo o empreendedor, o veículo deve levar seis meses para chegar ao planeta vermelho, onde deve ficar em sua órbita por “centenas de milhões de anos”, disse Musk.

Veja também:   Maior parte do oxigênio vem do oceano e não na Amazônia; entenda

Algumas câmeras foram instaladas próximas ao carro, que capturou imagens espetaculares do voo teste do Falcon Heavy. Em uma, é possível vê-lo voando por cima do oceano, enquanto que em outra, já estava circulando a óbita de Terra.

foguete-carro tesla 2
Fonte: SpaceX

Musk lembra que existe uma remota possibilidade do carro acertar a superfície de Marte, mas acredita que ficará tudo certo com ele. “Eu não estou preocupado com o caro. Ele ficará bem”, afirmou o empreendedor.

Futuro do Falcon Heavy

A SpaceX, de fato, tem muito a comemorar o teste bem sucedido do Falcon Heavy, pois seu desenvolvimento foi complicado e custou muito caro: ele foi anunciado em 2011 e a expectativa era que o teste acontecesse ainda em 2013. Além disso, a empresa gastou quase US$ 500 milhões em seu desenvolvimento.

foguete-falcon heavy 1
Fonte: SpaceX

Agora que tudo deu certo, conforme dito acima, o Falcon Heavy deve começar a lançar satélites na órbita terrestre, e duas missões já estão programadas para 2018: o lançamento de um satélite de comunicações da empresa Arabsat, e o teste de um programa da Força Aérea dos Estados Unidos.

A SpaceX deve vender cada lançamento do Falcon Heavy por US$ 90 milhões. E como os propulsores podem ser reutilizados, a empresa espera reduzir os custos de missões espaciais desse tipo e mudar esse mercado para sempre.

“Se nós tivermos sucesso, é o fim da linha para outros foguetes semelhantes”, disse Musk.

E não para por aí. O empreendedor ainda pensa longe e já possui vários outros projetos em andamento. Musk disse que sua empresa está desenvolvendo um foguete, chamado de Sistema de Transporte Interplanetário, que seria capaz de enviar suprimentos para Marte em 2022 e centenas de pessoas apenas dois anos depois. E ele teria 42 motores no total.

Veja também:   Cadáveres se mexem até um ano depois da morte; entenda os motivos

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com