Teoria da Relatividade de Einstein é comprovada em galáxia distante

0

Até mesmo quem não entende quase nada de física já escutou a respeito da Teoria da Relatividade Geral, considerada uma das mais famosa já elaborada pelo físico Albert Einstein. E pela primeira vez na história, ela foi comprovada em uma galáxia distante da nossa.

Quando formulou a Teoria da Relatividade Geral, 1915, Einstein disse que os objetos conseguem deformar o espaço-tempo que está em sua volta, o que desvia qualquer luz que passa por ele. Mas esse fenômeno, conhecido como Lentes Gravitacionais, só pode ser observado em um objeto de grande massa, como uma galáxia.

A teoria formulada por Einstein já foi testada no nosso Sistema Solar e até mesmo em outras estrelas localizadas dentro da via Láctea, mas até agora, não foi possível observar o fenômeno em escalas maiores. Em outras palavras, em galáxias mais distantes.

Mas com o auxílio de um instrumento montado em um telescópio no Chile e do famoso telescópio Hubble, da Nasa, astrônomos conseguiram testar a Teoria da Relatividade Geral fora da Via Láctea.

O objeto de estudo dos pesquisadores foi a galáxia ESO 325-G004, que é uma das mais próximas da nossa (localizada a “apenas” 450 milhões de anos-luz do nosso planeta). Após observações, os astrônomos notaram que ela consegue distorcer a luz emitida por uma galáxia que está situada atrás dela.

Depois, os pesquisadores compararam a massa da galáxia com a curvatura do espaço a sua volta e logo notaram sua gravidade se comporta como o previsto pela relatividade geral de Einstein, comprovando sua existência fora de nossa galáxia pela primeira vez na história.

“Com os dados botidos pelo MUSE (o instrumento usado no telescópio chileno), determinamos a massa da galáxia situada em primeiro plano, e com o Hubble, medimos a quantidade de efeito de lente gravitacional observado. Comparamos estas duas maneiras de medir a força da gravidade e o resultado foi exatamente o previsto pela relatividade geral, com incerteza de apenas 9%”, disse Thomas Collett, professor da Universidade de Portsmouth e um dos líderes do estudo.

A comprovação pode ser importante para outros modelos criados como alternativas para à relatividade geral formulada por Einstein, que surgiram como forma de ajudar a explicar a rápida expansão do nosso universo. De qualquer coisa, a descoberta mostra como que o físico realmente era um gênio e estava à frente de seu tempo.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com