Turbulência dos aviões ainda é um mistério da física; saiba por que

0

As chamadas zonas de turbulência não são incomuns em voos comerciais e podem variar de intensidade. Porém, o motivo que faz o avião sacudir e algumas pessoas passarem mal ainda é um mistério para a física.

A turbulência é um fenômeno que só pode ser explicado pela Teoria do Caos. Ela é definida como um movimento desordenado de um fluido, uma agitação. Acontece quando as moléculas do determinado fluido se movimentam de forma desordenada, imprevisível.

Peter Bradshaw, engenheiro aeronáutico britânico escreveu sobre o fenômeno em 1971. “É o tipo de fluido em movimento mais comum, mais importante e mais complicado”, disse. Mais de 45 anos depois, pouca coisa mudou nas afirmações dos físicos a respeito dos movimentos de turbulência.

Alexander Smith, professor de engenharia aeroespacial na Universidade de Princeton, Estados Unidos e Ivan Marusic, professor de engenharia mecânica da Universidade de Melbourne, na Austrália, publicaram um artigo sobre o assunto na revista Physics Today. Eles falam sobre a razão e a influência desse tipo de fenômeno, que parece ser mais importante e mais presente do que nas viagens aéreas.

“A turbulência existe em uma série de eventos naturais e produzidos pelo homem, de correntes oceânicas e atmosféricas até aquelas que circulam em um radiador. Tem efeitos no clima, nos níveis de poluição, nas mudanças climáticas e no design de dispositivos de propulsão, turbinas de energia eólica, corações artificiais e sistemas de irrigação”, afirmam os cientistas.

  Ivair Gontijo: a história do físico que foi de Minas a Marte

Perguntando a Deus

O cientista Alasdair Wilkins, em artigo na revista Ciência Inversa, explicou porque é tão difícil entender a turbulência. “A análise de movimentos que não podem ser previstos e a interação de um número infinito de partículas é muito difícil de modelar. Até mesmo os recursos tecnológicos mais modernos não conseguiram resolver os mistérios da turbulência”, disse.

Existe uma frase atribuída a diversos cientistas, porém de autoria desconhecida, que resume bem o que se sabe sobre o fenômeno. “Quando eu encontrar Deus, eu vou fazer duas perguntas para ele: por que a relatividade é tão complexa e como se explica uma turbulência. Deus terá uma resposta para a primeira”. A possibilidade de questionar o Criador parece estar cada vez mais se tornando a opção mais viável, segundo os físicos.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com