Veja 5 fatos curiosos sobre gêmeos siameses

0

Gêmeos siameses despertam o interesse cientifico e também a curiosidade da sociedade em geral. Eles são produtos de um único ovo fertilizado e sempre são idênticos e do mesmo sexo. Esta condição particular dos gêmeos é extremamente rara.

Confira abaixo cinco fatos interessantes e que você, provavelmente, não sabia sobre gêmeos siameses:

5. Os gêmeos siameses são unidos de muitas maneiras

raio-x-gêmeos-siameses
Gêmeos Toracópagos

A ideia clássica de gêmeos siameses é de dois irmãos idênticos unidos pelo quadril ou torso. Porém, na realidade, há quase uma dúzia de diferentes tipos de gêmeos siameses.

Os gêmeos unidos pelo peito ou gêmeos Toracópagos, por exemplo, compõem quase 40% de todos os casos. Eles partilham o mesmo coração, o que faz com que a cirurgia de separação seja quase fatal, pelo menos para um deles.

Já os gêmeos Omphalopagus são unidos do peito até a cintura. Eles podem compartilhar o fígado, funções gastrointestinais e genito-urinário.

Os raríssimos gémeos Craniopagus são unidos pelo crânio. A categoria é vista em apenas em cerca de 2% das do casos.

4. As gêmeas Chulkhurst são ícones em Biddenden

Monumento erguido em homenagem às gêmeas Chulkhurst em Biddenden, na década de 1920.
Monumento erguido em homenagem às gêmeas Chulkhurst em Biddenden, na década de 1920

O folclore local diz que em Biddenden, na Inglaterra, as gêmeas Mary e Eliza Chulkhurst nasceram unidas pelo quadril e possivelmente pelo ombro no ano de 1100. Eles viveram até os 34 anos, o que era muito bom para a época.

As gêmeas Chulkhurst deixaram uma generosa quantidade de dinheiro e terras para a igreja depois de suas mortes. Aparentemente, isso as tornou ícones de caridade.

Veja também:   Sabia que o fogovivo de Game of Thrones existiu de verdade? Entenda

Desde então, virou uma tradição local preparar assados em formato de gêmeos e distribuí-los para as pessoas mais pobres. A evidência histórica é irregular, porém, muitos acreditam que eles foram uma lenda inventada pela cidade, embora existam evidências de sua existência no século 17.

3. Fazer a separação de siameses é arriscado

Dr. Ben Carson durante uma conferência.
Dr. Ben Carson durante uma conferência

Desde a década de 1950, apenas um dos gêmeos siameses sobrevivia a cirurgia de separação. A chance da operação dar certo era de 75%.

Embora exista a possibilidade da separação de gémeos unidos na base da coluna ser bem sucedida em 68% dos casos, não existem sobreviventes de cirurgias de separação para irmãos que partilham o mesmo coração. O cirurgião americano Ben Carson deixou sua marca em uma cirurgia inovadora no ano de 1987, quando ele separou gêmeos unidos pela parte de trás da cabeça.

Apesar da cirurgia ter sido amplamente declarada como um sucesso para ambos os gêmeos, os dois meninos ficaram com grandes danos neurológicos e foram submetidos a cuidados constantes pelo resto de suas vidas. Mesmo com cirurgiões talentosos realizando essa operação, não há garantias de que esses procedimentos serão bem-sucedidos.

2. Gêmeos siameses são ainda mais raros do que você pensa

Abby e Brittany Hensel, um dos casos de gêmeos siameses mais conhecidos pelo mundo.
Abby e Brittany Hensel, um dos casos de gêmeos siameses mais conhecidos pelo mundo

Gêmeos siameses são muito raros de serem encontrados. No entanto, compreender essa raridade em números torna tudo ainda mais impressionante.

Apenas um em cada 200 mil partos são de gêmeos siameses – cerca de 70% deles são de bebês do sexo feminino. Se uma em cada três mil pessoas tem a chance se de ser atingida por um raio em sua vida, significa que essa pessoa tem 66 vezes mais mais probabilidade de ser frita por um raio vindo do céu do que ter gêmeos siameses.

Veja também:   Borboletas no estômago: por que temos essa reação quando apaixonados?

1. O termo “gêmeos siameses” veio dos gêmeos de Siam

Eng e Chang Bunker se casaram com duas irmãs e tiveram vários filhos.
Eng e Chang Bunker se casaram com duas irmãs e tiveram vários filhos

Eng e Chang Bunker nasceram unidos pela parte inferior do tórax em 1811, na Tailândia – que, na época, se chamava Siam. Eles ganharam notoriedade em espetáculos circenses itinerantes e acabaram indo para os Estados Unidos. Os irmãos compraram uma fazenda e se casaram com duas irmãs, dando início a uma família pouco convencional, mas aparentemente feliz.

Você deve estar se perguntando: “mas, como é que eles… com suas esposas, quero dizer, como eles…?” Não sabemos detalhes do processo, mas eles tiveram 21 filhos. De qualquer forma, devido à origem dos irmãos, as pessoas simplesmente se acostumaram a chamá-los de gêmeos siameses, mas o termo acabou pegando e começou a ser aplicado a qualquer pessoa que nascia unida a outra.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com