10 curiosidades sobre o descobrimento do Brasil

1

O descobrimento do Brasil aconteceu no dia 22 de abril de 1500, uma quarta-feira. O almirante Pedro Álvares Cabral veio de Portugal à terra onde viviam os índios Tupiniquim.

O processo de descobrimento do Brasil guarda algumas curiosidades interessantes. Confira:

1. Dança ao invés de ataque

“O Brasil nasceu dançando”, de acordo com o antropólogo Antônio Risério. Não à toa: quando os portugueses chegaram no local que se tornaria o Brasil futuramente, os índios, ao invés de atacarem, recepcionaram os desbravadores com uma dança.

2. Descobrimento do Brasil não era prioridade

Os portugueses não estavam planejando descobrir o Brasil quando acabaram parando por aqui. O objetivo era conquistar a Índia, mas vieram ao Brasil e aproveitaram para conquistar o território.

3. O nome

O nome “Brasil” não se atribui somente à árvore pau-brasil. Em entrevista ao portal EBC, o jornalista e escritor Eduardo Bueno conta o motivo.

A palavra ‘brasil’ é repleta de significados – e muito mais antiga que o nome da árvore. De fato, uma das tantas ilhas mitológicas espalhadas pelo Mar Tenebroso se chamava Hy Brazil. Era um território lendário, associado à trajetória de São Brandão, místico irlandês que, no ano 565 da era cristã, tinha partido para o oceano em busca de uma terra sem males. Depois de terrível peregrinação náutica, o religioso enfim chegou a uma ilha ‘movediça, ressoante de sinos sobre o velho mar’. Batizou-a de Hy Brazil, a Terra da Bem-Aventurança. Brazil provém da palavra celta bress, origem do inglês bless – que quer dizer abençoar.

4. A descoberta foi mesmo em 1500?

Há historiadores que garantem que o descobrimento do Brasil, na verdade, foi em 1498. Duarte Pachec Pereira, nomeado Cavaleiro da Casa Real, teria descoberto o território anteriormente, em viagem secreta. Ele participou da negociação do Tratado de Tordesilhas, firmado entre Portugal e Espanha no ano de 1494.

  Astrônomos brasileiros descobrem anel em planeta anão vizinho de Plutão

5. A carta de Pero Vaz de Caminha

Para falar sobre o descobrimento do Brasil, o escrivão Pero Vaz de Caminha enviou uma carta ao rei de Portugal, Dom Manuel I. O conteúdo é curioso e pode ser lido neste link.

6. Viagem demorada

A viagem de Pedro Álvares Cabral ao Brasil demorou mais de um mês – ele saiu de Lisboa ao meio-dia de 9 de março de 1500, com 1,5 mil pessoas acomodadas em 10 naus e três caravelas. Uma das naus, com 150 homens, desapareceu no fim de março e nunca mais foi encontrada.

7. O preço

Pedro Álves Cabral ganhou 10 mil cruzados pela viagem – cada unidade valia 3,5 gramas de ouro. Além disso, ele teve o dinheiro de transportar 30 toneladas de pimenta no navio.

8. Descoberta?

Não dá para dizer que o Brasil foi descoberto em 1500. O local já era habitado há muito tempo por indígenas e a ideia de descobrimento é baseada no eurocentrismo, que coloca a Europa acima de tudo.

9. A primeira missa

A primeira missa em terras brasileiras aconteceu em 26 de abril de 1500, um domingo. O Frei Henrique de Coimbra rezou a missa em questão, com participação de índios, que não entendiam o que estava acontecendo. Só depois de algum tempo, com a chegada de frotas lusitanas com o intuito de permanecer no local, os índios passaram a ser catequizados.

  E se Ayrton Senna não tivesse morrido?

10. Rivalidade indígena

Duas nações indígenas ocupavam o litoral baiano quando os portugueses chegaram ao Brasil: os tupiniquins e os tupinambás. Enquanto os tupiniquins apoiavam os portugueses durante a colonização, os tupinambás davam apoio aos franceses, que tentaram tomar o território algumas vezes.



Discussão1 Comentário

  1. ARCANJO DIAS BERNARDO

    já era de se esperar, estava bom de mais pra ser verdade, pobre já pode quase tudo, em outros tempos, não muito longe, isso era só quem detinha alto poder aquisitivo (ricos). hoje pobre viaja, inclusive de avião, pobre veste roupas de marcas famosas, pobre até come carne todos os dias, e isso é privilégio de ricos. portanto na cabeça de alguns – isso é mal exemplo – chega… pobre tem de andar de bicicleta e olhe-lá, nem todos poderão, têm de trabalhar 12, 15 ou 18 horas por dia, e apenas sobreviver, nada de mordomia. a um detalhe tava me esquecendo, tem de votar a cada 4 anos, legitimando seus mandatos políticos, ” dignos “… e pronto, já terminou minha cota de internet, tenho de trabalhar….

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com