10 teorias de conspiração que cercam eventos trágicos

0

Algumas teorias de conspiração nunca morrem, mesmo que elas já sejam bem antigas. E certas pessoas as levam tão a sério que acreditam que elas estão por trás das maiores tragédias do planeta.

Confira abaixo as 10 maiores teorias de conspiração que cercam eventos trágicos. E lembre-se: são apenas teorias, e não há provas de que realmente aconteceram.

10) O Titanic nunca afundou

teoriastitanic

Nem é preciso contar toda a história do Titanic novamente. O navio afundou há 105 anos, e diversos filmes, músicas e peças de teatro mantém o interesse no acontecido. E existe uma teoria de conspiração que afirma que o Titanic nunca afundou.

Essa teoria afirma que o Titanic trocou de lugar com seu “irmão”, o Olympic, em um elaborado esquema de fraude de seguros, que foi arquitetado por J.P. Morgan, dono da White Star, companhia de transporte marítimo responsável pelas duas embarcações.

O Olympic se envolveu em dois acidentes, apenas alguns meses após ser inaugurado, em 1911. O barco sofreu danos irreparáveis, que poderiam levar a White Star a falência (e a empresa já estava com problemas financeiros).

Então, a teoria afirma que o Titanic e o Olympic trocaram de lugar, e que a segunda embarcação foi a que realmente afundou no Oceano Atlântico. E o Titanic começou a usar o nome do Olympic.

O autor Robin Gardiner explicou essa teoria em seu livro “Titanic: O barco que nunca afundou?”, de 1998. Por exemplo, o Olympic possui 16 portinholas (aquelas janelinhas para entrar luz e vento no navio), e que o Titanic teria 14. Mas quando ele partiu para sua viagem, é possível ver 16 portinholas.

Há também a evidência de que vários passageiros importantes cancelaram sua viagem de última hora, entre eles o próprio J.P. Morgan.

9) Um OVNI previu a explosão de Chernobyl

teoriaschernobyl

Em abril de 1986, aconteceu o maior desastre nuclear da história, na usina nuclear de Chernobyl, na então União Soviética. E ele poderia ser muito mais grave, se um oficial não tivesse permitido que o quarto gerador da usina fosse parado. Dessa forma, ele foi destruído pelo vapor extremamente quente. Se ele tivesse explodido como os demais, poderia ter destruído metade da Europa, pois continha 180 toneladas de urânio enriquecido.

  Curiosidades interessantes sobre serial killers

Dois anos após o desastre, uma teoria de conspiração começou a circular sobre o que pode ter evitado a explosão do quarto gerador. Algumas pessoas afirmam ter visto um OVNI sobrevoando a unidade por aproximadamente seis horas. Nesse período, ele encontrou uma forma de diminuir os níveis de radiação. Essas testemunhas afirmam que o OVNI é a única razão para o gerador ter sido destruído por uma explosão térmica, ao invés de uma explosão convencional.

8) O tsunami do Oceano Índico foi culpa de um experimento nuclear

teoriastsunami

Algumas pessoas afirmam que desastres naturais não são exatamente naturais. Após o devastador tsunami que atingiu o Oceano Índico em 2004, rumores começaram a circular, e afirmaram que a culpa não foi exatamente da natureza.

A principal teoria sobre o acidente afirma que o tsunami foi o resultado de um experimento nuclear da Índia, que teve o suporte dos Estados Unidos e Israel. Na época, diversos jornais afirmaram que a Índia havia comprado tecnologia nuclear dos outros dois países, e que fazia experimentos para “destruir” ou “exterminar” áreas muito populosas.

O maior número de fatalidades ocorreu em áreas muito povoadas por muçulmanos, no sudeste asiático, o que só reforça a teoria de conspiração. Vale lembrar que os indianos, em sua maioria hinduístas, possuem rixas com os muçulmanos.

7) O vazamento de óleo no Golfo do México foi culpa de “guerreiros ecológicos”

teoriasvazamento

O vazamento de óleo no Golfo do México, em 2010, deixou milhões de pessoas furiosas no mundo todo, especialmente aqueles que defendem a proteção do planeta. Diversos voluntários ajudaram limpar os estragos causados pelo desastre.

  3 previsões de Carlinhos Vidente que se concretizaram (e outras pendentes)

Mas é claro que diversas teorias de conspiração surgiram. Muitos acreditam que “guerreiros ecológicos” ou “terroristas ecológicos” causaram a explosão para protestar contra a perfuração de poços de petróleo e a indústria petrolífera, como um todo. O então presidente Barack Obama solicitou o envio de uma equipe da SWAT para o local, o que só aumentou as teorias. O motivo é que a SWAT costuma aparecer apenas quando ataques terroristas ocorrem.

Outras teorias incluem um torpedo disparado pela Coreia do Norte, uma mensagem do governo russo, que o próprio governo americano arquitetou o desastre e até mesmo uma vingança de Deus, pelos EUA terem virado as costas para Israel na ONU.

6) O acidente do voo 587 foi proposital

teoriasvoo

Apenas dois meses após o 11 de setembro, outra tragédia ocorreu similar aconteceu. O voo 587 da American Airlines, um Airbus A300, caiu momentos após decolar do aeroporto JFK, em Nova Iorque. A aeronave caiu no bairro do Queens, e matou 265 pessoas.

A causa do acidente foi apontada como culpa da turbulência de outro avião. Mas alguns dias após o ocorrido, uma teoria de conspiração surgiu na internet. Geoff Metcalf, famoso colunista do site WorldNetDaily, afirmou que queda não foi acidente. E ele não foi o único a afirmar isso.

Metcalf acredita que o avião foi sabotado, e pediu a opinião de um especialista em aviação. Um piloto confirmou que nunca viu um avião perder força em sua cauda e seus motores ao mesmo tempo.

  Os mais Incríveis castelos já construídos

Metcalf também mencionou que testemunhas viram um fogo na fuselagem do avião antes da seção da cauda, e que os motores pareciam estar frouxos. E outro piloto veterano afirmou que é improvável que um avião caia por conta da turbulência de outra aeronave

5) A “Viúva Branca” foi morta no ataque ao Shopping do Quênia

Como acontece em qualquer atentado terrorista, diversas teorias surgiram após o ataque ao Shopping West, no Quênia, em 2013. O governo queniano afirma que os responsáveis foram mortos, mas muitos acreditam que alguns terroristas escaparam.

Entre as várias teorias, há uma que envolve a especulação do Ministro das Relações Exteriores do país, de que a “Viúva Branca” Samantha Lewthwaite era uma das responsáveis pelo ataque. Ele acredita que uma mulher britânica esteve envolvida, e que já participou de outros atos terroristas anteriormente. Para confundir mais ainda nossas cabeças, outro ministro disse que os militantes, que seriam todos homens, estavam vestidos como mulheres para se disfarçarem.

Aqueles que acreditam nessa teoria dizem que Lewthwaite também morreu no ataque. O motivo é que alguns soldados afirmaram que um dos autores do ataque era uma mulher branca.

4) O massacre de Port Arthur foi uma operação de bandeira falsa

teoriasportarthur

Em abril de 1996, Martin Bryant viajou até a cidade de Port Arthur, na ilha da Tasmânia, na Austrália. Ao chegar a uma casa de convidados, ele entrou no local e matou os donos. Depois, foi até a colônia prisional histórica de Port Arthur, e saiu atirando em quem aparecesse em sua frente. 35 pessoas morreram no ataque.

  Papa Francis presenteia Trump com Encíclica de Mudanças Climáticas

Muitos afirmam que o massacre foi um evento fabricado. Uma das provas é que membros mais experientes da prisão de Port Arthur já sabiam do ataque, e decidiram participar de um seminário no dia do ocorrido.

O hospital Royal Hobart, que atendeu as vítimas, já havia posto em prática um plano de emergência dois dias antes do tiroteio. Também havia muitos membros da imprensa na ilha, por conta de uma convenção. Por fim, aqueles que acreditam nessa teoria afirmam que o ataque foi planejado com a intenção de introduzir leis para uso de armas de fogo na Tasmânia.

Por conta dessa última teoria, muitos dizem que o ataque foi uma operação de bandeira falsa, que são conduzidas por governos, empresas e organizações e aparentam ser arquitetadas por inimigos, como forma de tirar partido de suas consequências.

3) A gripe espanhola foi causada pela vacinação

teoriasgripe

A gripe espanhola de 1918 durou dois anos e matou milhares de pessoas pelo planeta, predominantemente adultos que estavam saudáveis. Acredita-se que o vírus matou 5% da população mundial na época.

Só que muitos afirmam que nunca existiu um vírus da gripe. Ao invés disso, as vítimas foram envenenadas por injeções com uma combinação de vacinas.

Essa teoria de conspiração também garante que a doença foi sete vezes mais violenta em soldados que foram vacinados do que civis que se recusaram a tomar a vacina. Histórias de paralisia infantil afetando soldados só fortaleceram essa ideia, já que ela é conhecida por ser um efeito colateral do chamado envenenamento por vacinação.

2) As barragens de Nova Orleans foram bombardeadas durante o Furacão Katrina

teoriasnovaorleans

A enorme força do Furacão Katrina, em 2005, destruiu barragens e diques da cidade de Nova Orleans, e causou inundações em 70% de sua área metropolitana.

  Tragédia nas Olimpíadas: Massacre de Munique

No entanto, os residentes do Nono Bairro da cidade, que foi destruído no evento, possuem uma teoria diferente. Eles afirmam que as barragens foram bombardeadas, com o propósito de promover uma limpeza étnica, ou que se tratou de um ato de genocídio.

Louis Farrakhan, líder do grupo religioso Nação do Islã, e o diretor de cinema Spike Lee suportam essa teoria. Lee afirma que não duvida que se tratasse de uma forma de remover a população negra de Nova Orleans.

1) A HAARP causou o terremoto do Haiti

teoriasterremoto

O HAARP, sigla em inglês para High Frequency Active Auroral Research Program (Programa de Investigação de Aurora Ativa de Alta Frequência) é um projeto de investigação financiado pela Força Aérea e a Marinha dos EUA, e a Universidade do Alasca. E é o centro de muitas teorias de conspiração. O HAARP é muitas vezes culpado por desastres naturais, mudanças climáticas e até mesmo controle da mente.

Assim, não é surpresa imaginar que o programa também é considerado responsável pelo terremoto do Haiti, em 2010. Na época, Hugo Chavez, presidente da Venezuela, disse que o HAARP ou qualquer outro projeto similar utilizou uma arma tectônica para “criar” o terremoto. A mídia venezuelana afirmou que o HAARP poderia provocar mudanças bruscas no clima, e que pode ser associado com o que aconteceu no Haiti.

Pessoas que acreditam nessa teoria afirmam que os Estados Unidos estavam realizando testes para controlar o clima. E que deram terrivelmente errado, pois o terremoto tinha como alvo o Irã, e não o Haiti.

Fonte: Listverse

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com