Acupuntura funciona? Veja o que a ciência diz sobre isso

0

Pavor daqueles que têm medo de agulhas e alívio de quem sofre com as mais diversas dores, a acupuntura parece ter conquistado seu espaço no ocidente. Mas funciona? A eficácia da técnica, oriunda da medicina tradicional chinesa, parece ter sido mais do que comprovada com o passar dos séculos, mas a ciência ainda tem opiniões divididas em relação à acupuntura e seus meridianos.

O método vem sendo alvo de estudos há décadas e muitas pesquisas afirmaram que os efeitos experimentados por pacientes em todo o mundo não passam de placebo, isso é, são resultado da própria mente de quem passa pelo tratamento. No entanto, um estudo de 2012 reavaliou diversas pesquisas feitas ao longo dos últimos 100 anos, submetendo os dados a novas análises ainda mais rigorosas e o veredito foi de que a acupuntura funciona.

Os resultados obtidos após a reavaliação de testes anteriores procuraram excluir o que os pesquisadores da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, consideraram como tendenciosos ou pouco precisos. No final, eles notaram que os efeitos constatados em aproximadamente 18 mil pacientes dos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Espanha e Suécia eram tão evidentes que não poderiam ter sido causados por placebo.

A pesquisa mostrou também os efeitos da acupuntura em comparação com os de medicamentos e outras formas de tratamento alternativa e segundo os pesquisadores, as agulhas chinesas não são 100% eficazes, assim como nenhum tratamento é. Ou seja, a acupuntura funciona tanto quanto qualquer outro método, nem mais, nem menos.

Veja também:   Maior parte do oxigênio vem do oceano e não na Amazônia; entenda

Técnica milenar

A acupuntura é praticada há milhares de anos na China e parte do princípio de que a energia vital do corpo humano flui por 14 meridianos, ou linhas, que se cruzam em 365 pontos de intersecção. É nesses pontos que as agulhas são aplicadas, bloqueando ou facilitando o fluxo de energia vital, já que o mau funcionamento desse fluxo seria a causa das doenças, de acordo com os chineses.

A técnica é oferecida gratuitamente no sistema público de saúde brasileiro, o SUS, desde 1998 e ao longo dos anos vem ganhando cada vez mais adeptos, especialmente no alívio de dores crônicas e na recuperação de procedimentos cirúrgicos, além das mais variadas lesões e doenças.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com