Alienígenas inteligentes podem ser prováveis máquinas

0

Quaisquer alienígenas inteligentes que fossem capazes de entrar em contato conosco, provavelmente não se pareceriam muito com você ou comigo, ou até mesmo com alguns alienígenas do cinema.

Se uma espécie extraterrestre se tornar avançada o suficiente para enviar sinais que nós fossemos capazes de captar, ela provavelmente deixaria sua forma biológica tradicional e se tornaria uma maquina inteligente relativamente rápido, é o que diz o astrônomo americano Seth Shostak.

Para elucidar o seu ponto de vista, Shostak apontou para o caminho que a humanidade vem seguindo desde o ultimo século. A espécie humana inventou o rádio por volta de 1900 e o computador em 1945, e já está fabricando dispositivos relativamente baratos com tanto poder de computação quanto o cérebro humano.

Segundo especialistas da área, o desenvolvimento de uma inteligência artificial forte (AI) não está tão longe assim. O famoso inventor e futurista Ray Kurzweil, por exemplo, apontou 2045 como o ano em que a chamada Singularidade acontecerá e mudará tudo.

Durante sua apresentação na conferência Dent:Space em São Francisco na Califórnia, Shostak disse que talvez isso leve um pouco mais de tempo, mas segundo ele, o ano não importa, pois a questão é que qualquer sociedade que tenha inventado algo como o rádio e em poucos séculos depois evoluiu a ponto de inventar tudo o que hoje conhecemos como tecnologia moderna, é capaz de atingir um nível tecnológico avançado.

  Os 10 sites e serviços mais infames da Deep Web

Shostak prevê que futuramente a inteligencia artificial começará interagindo com as pessoas por um tempo, mas eventualmente, os seres humanos e ela abandonaram essa separação e se tornarão totalmente uma coisa só.

Assim como você troca partes do seu computador ou do seu carro, por partes mais potentes e mais tecnologicamente avançadas, você também substituirá partes do seu corpo por novas partes mais evoluídas.

Essa “maquina humana” será cada vez mais inteligente e mais capaz de evoluir. A inteligência presente na humanidade é o resultado de 4 bilhões de anos de evolução darwiniana, que usa uma variação aleatória como matéria-prima e não é direcionada a nenhuma meta em particular. Mas a evolução da inteligência da máquina será projetada e eficiente, diz Shostak.

Uma vez que você inventa uma maquina suficiente a ponto de raciocinar, você pode dizer a ela para criar algo melhor do que ela própria, e quando essa criação estiver pronta, a maquina criadora poderá dizer o mesmo para sua criação, e assim por diante.

Essa ideia tem sérias implicações na busca por vida alienígena inteligente. Ao contrário dos organismos terrestres, máquinas extraterrestres super-avançadas não precisariam, necessariamente, de água ou outros produtos químicos para sobreviver, sendo assim, viajar distâncias enormes não seria um grande problema para estas maquinas, desde que elas possam coletar energia suficiente e matéria-prima para manter a reparação de si mesmas ao longo de milênios de exploração.

  8 Maneiras nas quais Astronautas Poderiam Morrer em Viagens para Marte

alien-cyborg
Shostak diz que nós continuamos a observar sistemas de estrelas que achamos que possam ter planetas habitáveis, onde a biologia poderia “cozinhar” e eventualmente se transformar em algo inteligente como nós. Mas na verdade, Shostak não acha que seria assim.

Apesar disto, Shostak não aconselha seus colegas astrônomos do projeto SETI a pararem de investigar planetas potencialmente terrestres como o Próxima b (um mundo recentemente descoberto que fica a apenas 4,2 anos-luz de distância da terra). Fora que outras formas de vida simples ainda poderiam habitar esses mundos, mesmo se seus habitantes mais inteligentes fossem maquinas que partiram há muito tempo. Mas não seria uma má ideia expandir esta busca para regiões do espaço que aparentemente seriam atrativas para formas de vida “sintéticas”. O centro de galáxias, por exemplo, seria um dos lugares com muita energia disponível. Esse pode ser o lugar onde estes seres inteligentes realmente estão.

Talvez o que devemos fazer é olhar para partes do espaço que ligam dois lugares onde há muita energia, na tentativa de interceptar comunicações entre máquinas alienígenas, completa Shostak.

Fonte



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com