América descoberta sem querer? 10 erros bobos que mudaram a história

0

Todos sabemos que pequenas atitudes que tomamos podem mudar as nossas vidas para sempre, não é mesmo? Quem aí nunca se arrependeu de algo que fez ou deixou de fazer? No entanto, algumas decisões que mudaram a história de fatos e acontecimentos famosos poderiam ter sido evitados se não fosse erros verdadeiramente bobos que algumas pessoas cometeram.

Com isso em mente, confira abaixo 10 erros bobos e evitáveis que mudaram a história por completo

10) O comandante alemão que poderia ter evitado o Dia D se não fosse ao aniversário da esposa

batalhas-1

Erwin Rommel era um dos grandes comandantes do exército nazista na Segunda Guerra Mundial, mas era considerado uma pessoa decente, já que costumava ignorar algumas das terríveis ordens de Hitler. No entanto, ele sabia que as Forças Aliadas poderiam invadir a Normandia no famoso Dia D, mas acabou ignorando o fato.

Alguns dias antes da batalha que mudou por completo a história da guerra, Rommel ficou caçando cervos e foi até Paris comprar um par de sapatos para a esposa, já que seu aniversário estava chegando. Após ver que as condições climáticas não era muito favoráveis, ele descartou a chance dos aliados invadirem a Normandia e voltou para a Alemanha para estar ao lado de sua amada.

O jornal LA Times divulgou que ele já estava no país natal quando soube que a invasão estava prestes a começar. Ele até voltou para a Normandia, mas já era tarde demais. Tudo por que decidiu ir para o aniversário da esposa.

9) A tradução equivocada que ainda causa problemas na Nova Zelândia

Em 1840, representantes dos 125 mil membros dos Maori e 2 mil imigrantes que viviam na Nova Zelândia assinaram o Tratado de Waitangi. Teoricamente, ele deveria proteger os direitos do povo nativo do local, estabeleceria regras para atividades missionáris e de negócios e deveria proteger o local de outros países. Só que apareceu um outro problema: os britânicos assinaram um acordo em inglês que não tinha o mesmo significado daquele que foi escrito na língua Maori.

De acordo com o Ministério do Turismo da Nova Zelândia, o tratado tinha três grandes artigos, mas pelo menos dois deles tinham problemas de tradução. Por exemplo, a versão em inglês dizia que o governo britânico tinha total controle sobre as ilhas Maori. Só que na tradução da linguagem local, eles estavam apenas permitindo o uso dos britânicos e que eles não eram os seus verdadeiros governantes.

Veja também:   666: o segredo por trás do conhecido número da besta

Claro, isso gerou uma série de problemas com o passar dos anos. O tratado foi devidamente reescrito em 1975, mas os problemas ainda continuam.

8) O comunicado vago que causou a queda do Muro de Berlim

muroberlin

A queda do Muro de Berlim foi um dos momentos mais importantes da história recente. Mas ele só aconteceu por conta de dois erros que poderiam ter sido evitados.

Pouco antes da queda, a situação já era um pouco tensa, e em novembro de 1989, a Alemanhã Oriental decidiu que precisava fazer algumas conceções para garantir a paz. O governo avisou que flexibilizaria as regras de passagem de um lado para outro da cidade, mas no fundo, a ideia ainda era negar a passagem de pessoas, se esse fosse o caso. No entanto, o comunicado passado ao porta voz não estava muito claro e ele afirmou para a imprensa que a medida já estava valendo e valia para qualquer pessoa.

Mais tarde, quando milhares de pessoas já estavam reunidas no muro, o oficial Harald Jager pediu ajuda várias vezes durante a noite, mas foi ignorado por seus superiores. Assim, não teve outra escolha a não ser deixar uma multidão de gente cruzar a fronteira e decretar a queda do Muro de Berlim.

7) Cristóvão Colombo era péssimo em matemática e descobriu a América por conta disso

história-colombo

Cristóvão Colombo só conseguiu descobrir a América por que era péssimo em matemática e cometeu alguns erros em seus cálculos de navegação que fizeram ele parar do outro lado do Atlântico.

O site IEEE Spectrum afirmou que Cristóvão Colombo fez seus cálculos de forma equivocada. Ele utilizou as medidas criadas por um geógrafo persa ao invés dos padrões desenvolvidos pelo matemático Eratóstenes, que eram utilizados na Europa na época de sua viagem.

Como você já deve ter deduzido, essas duas medidas são bem diferentes. Colombo acabou fazendo uma verdadeira bagunça na hora fazer os cálculos e errou feio a localização das Índias, seu destino original. No entanto, não deve se arrepender, pois acabou descobrindo outro continente e escreveu seu nome na história por conta disso.

6) Os holandeses quase colonizaram a Austrália

história-austrália

Em 1770, o navegador britânico James Cook descobriu a Austrália para os britânicos, que migraram para o novo país com o passar do tempo. No entanto, a nação poderia estar falando holandês atualmente.

Segundo o Museu Nacional da Austrália, o explorador holandês Willem Janszoon foi o primeiro europeu a pisar na Asutrália, ainda em 1606, em um navio que pertencia à famosa Companhia das Índias. Ele fazia parte de uma missão para explorar um então desconhecido pedaço de terra para descobrir se havia algo de valioso por lá para a Holanda.

Veja também:   A ciência do medo: por que as pessoas adoram ficar assustadas?

Janszoon chegou ao país, mas além de não ter encontrado nada de muito valioso, ainda teve de lidar com a recepção hostil da população nativa. Susan Broomhall, professora de história da University of Western Australia, disse que alguns ainda tentaram convencer o governo holandês que o local poderia ter utilidade, como ser uma espécie de parada para exploradores ou produzir vinho. Mas não adiantou.

5) Erros evitáveis causaram o famoso blecaute de Nova York de 1977

história-nova york

Em 1977, Nova York ficou sem energia elétrica por 25 horas. E as consequências foram devastadoras: 800 mil pessoas ficaram presas no metrô e elevadores, negócios foram saqueados e alguns incêndios aconteceram. Quando tudo voltou ao normal, a cidade registrava danos na casa dos bilhões de dólares.

E tudo isso aconteceu por que alguém não sabia quais botões apertar.

No verão deste ano, uma das estações foi atingida por um raio, coisa considerada até normal. No entanto, ninguém estava no local para reiniciá-lo. E quando os empregados chegaram, fizeram os procedimentos errados, que causaram um efeito dominó nas demais e resultou no blecaute que ficou para a história.

4) O desastre de Victoria Hall ignorou o grande desejo de crianças

O Desastre de Victoria Hall aconteceu em teatro da cidade britânica de Sunderland, em 1883, no qual 183 crianças morreram esmagadas. E isso poderia ter sido evitado se os organizadores tivesse se lembrado do fato de que crianças adoram ganhar brinquedos.

Mais de 1 mil crianças assistiam a uma apresentação no local. No entanto, ao final, os organizadores disseram que elas ganhariam um brinquedo grátis. E elas não quiseram nem saber: saíram correndo até a pequena entrada do teatro. E como você já imaginou, muitas crianças morreram prensadas pelas demais ou pisoteadas.

Esse incidente foi o que causou a criação das saídas de emergência. Mas tudo poderia ter sido evitado se ninguém tivesse feito o aviso previamente para as crianças.

3) O capitão de um navio ficou bêbado e causou um enorme vazamento de petróleo

Em 1989, o navio petroleiro Exxon Valdez vazou 42 milhões de litros de petróleo puro na Enseada do Príncipe Guilherme, no Alasca, causando um verdadeiro desastre ambiental. Milhares de animais morreram e seus efeitos são sentidos até hoje. Além disso, impactou o turismo da região, pessoas perderam seus empregos e esforços para limpar o local ainda continuam.

Veja também:   Cães, janelas e até sal: 10 impostos que já foram cobrados em coisas estranhas

Mas a culpa disso foi da própria equipe do petroleiro. O Capitão Joseph Hazelwood estava completamente bêbado e deixou o comando do navio nas mãos de seu oficial náutico, que não sabia pilotar a embarcação e acertou o recife de corais que causou o desastre.

2) Engenheiros tentaram parar o lançamento da Challenger, mas ninguém se importou

Em 1986, o mundo assistiu a explosão da nave Challenger, em que seus sete tripulantes morreram 73 segundos após seu lançamento. O desastre causou um grande impacto na Nasa e na exploração espacial, mas tudo poderia ter sido evitado.

O site Space.com afirmou que o desastre aconteceu por que uma série de anéis de vedação, conhecida pelo nome de O-ring, jamais foram testados em temperaturas baixas. Na manhã do lançamento, estava um frio tremendo, mesmo na Flórida, o que danificou esses anéis e causou o desastre.

Em 2016, 30 anos após o desastre, o engenheiro da Nasa, Bob Ebeling, afirmou em entrevista para o site NPR que ainda lidava com a culpa de ter causado o desastre. Ele e seus colegas trabalharam em conjunto com a empresa Morton Thiokol, que providenciou os aneis.  No entanto, todos notaram que eles jamais foram testados no frio e tentaram impedir o lançamento, em vão. “Se tivessem me escutado, essa história teria sido completamente diferente”, disse.

1) Um verso do Alcoorão permitiu que mulheres votassem no Kuwait

história-kuwait

Em 1999, o ministro de questões islâmicas do Kuwait foi muito criticado após a descoberta de que a versão oficial do Alcoorão no país estava sem um verso. Ele foi acusado de fazer isso de propósito para usar seu poder e mudar alguns aspectos do islamismo no país. Em resposta, o governo do país fechou o parlamento e convocou novas eleições.

No final das contas, um grupo de liberais acabou se tornando maioria no parlamento do país e fizeram uma série de reformas, incluindo a permissão de voto para mulheres como forma de parar a corrupção e o mal uso do dinheiro público.

Claro, essa foi uma grande conquista para as mulheres kuwaitianas. Mas tudo começou por conta da mudança de um verso do Alcoorão.

Fonte: Grunge



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com