Cientistas observam lagarto respirando debaixo d’água pela primeira vez

0

Você já viu um lagarto respirando debaixo da água? Cientistas também nunca tinham visto até pouco tempo, quando descobriram uma espécie nativa da Costa Rica que consegue respirar o oxigênio armazenado na própria água. Essa habilidade nunca tinha sido observada ou registrada na história, sendo, portanto um verdadeiro marco na história da biologia, além de fornecer mais perguntas do que respostas.

A espécie, cujo nome oficial é Anolis oxylophus, é a única observada até agora capaz de fazer isso. Sabia-se que esses lagartos podiam afundar na água por longos períodos, chegando a até 15 minutos, mas os cientistas acreditavam que o animal conseguia prender a respiração por todo esse tempo, algo que por si só já seria uma habilidade absolutamente incrível.

No entanto, enquanto filmavam um documentário intitulado “Laws of the Lizard”, para o canal The Smithsonian Channel, propriedade do Instituto Smithsonian, os cientistas e cineastas Neil Losin e Nate Dappen resolveram filmar a descida do lagarto e puderam observar que ele consegue passar muito tempo debaixo da água não por prender a respiração, mas por conseguir respirar o oxigênio da água.

Essa espécie de lagarto é muito comum na Costa Rica, vivendo em locais que vão desde florestas até quintais de casas mais distantes dos grandes centros urbanos. Sua habilidade representa uma característica única entre os répteis.

Inesperado

Foi do herpetólogo Luke Mahler, professor de ecologia e biologia evolutiva na Universidade de Toronto, no Canadá, a ideia de que Losin e Dappen filmassem o comportamento dos animais nas proximidades da água. Após observar as gravações, ele pediu aos cineastas que olhassem com mais atenção a um momento específico do vídeo.

Veja também:   Astronomia e astrologia: quais as diferenças e como começou a discórdia?

Na imagem, uma fêmea de lagarto desce até o fundo da água e permanece lá por cerca de 10 minutos. Em sua cabeça, é possível observar uma bola que se enche e esvazia seguidamente, funcionando como um tubo de oxigênio de um mergulhador. Segundo os cientistas, a técnica é usada por animais invertebrados como aranhas e outros para evitar ameaças na superfície. Veja:



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com