Coronavírus pode ser ‘ensaio’ para pandemia assustadora, dizem cientistas

0

A pandemia de coronavírus já é a maior e mais grave da história moderna. No entanto, algo ainda pior pode estar por vir e estaríamos em um “ensaio” para isso.

Pelo menos é o que acreditam alguns cientistas que têm observado o comportamento de várias epidemias ao longo da história. Para eles, o pior ainda não chegou, mas podemos aprender com a situação atual.

De acordo com alguns pesquisadores, a pandemia de coronavírus não é a doença mais grave que a humanidade vai enfrentar.

Eles esperam uma doença que chamam de “big one” (“a grande”, em tradução livre), que também atacaria o sistema respiratório, mas teria um impacto muito maior na população, chegando a diminuir a expectativa de vida dos seres humanos.

O cientista Eduardo Massad, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em entrevista para a BBC, deu o resumo do que seria a grande pandemia, ressaltando que ela é uma possibilidade real.

“A Grande Epidemia seria uma pandemia de proporções catastróficas que poderia matar algo como 2 bilhões de pessoas no mundo em um ano. Ela causaria uma queda significativa na expectativa de vida da humanidade: da média atual de 72 anos para aproximadamente 58 anos”, disse.

Segundo ele, a gripe espanhola e principalmente a peste negra da idade média chegaram bem próximo a esse nível de letalidade, algo que o coronavírus ainda não alcançou e provavelmente não irá alcançar. A grande lição que se pode tirar disso é como agir quando a “big one” realmente chegar.

Aprendizado

Para Massad, a grande vantagem da epidemia de coronavírus – se é que se pode usar essa palavra – é a chance que todos os pesquisadores, autoridades de saúde e governos têm para aprender a lidar com um problema dessa magnitude.

Com isso, existe uma possibilidade de que a grande epidemia acabe nem causando tanto estrago assim.

“Acho que a principal lição desta epidemia são os ensinamentos de como implementar medidas de distanciamento social. Além disso, vários mecanismos sobre a patogenicidade do coronavírus, os mecanismos de desenvolvimento da doença, serão úteis no enfrentamento de outros vírus respiratórios”, afirma.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com