Covid-19: quais são os países que não registraram casos até agora?

0

No Brasil e na maioria dos países do mundo, a covid-19 continua matando milhares de pessoas. Mas alguns poucos países não registraram um caso sequer. Como eles conseguiram essa verdadeira proeza?

Existem muitos fatores envolvidos nisso, fora os casos em que as informações não são exatamente claras e verdadeiras. Ainda assim, esses lugares são um oásis em meio ao caos.

De acordo com a BBC, são 10 os países que não registraram até agora nenhum caso de covid-19: Palau, Ilhas Marshall, Kiribati, Micronésia, Nauru, Tuvalu, Vanuatu, Samoa, Tonga e Ilhas Salomão.

Todos eles possuem algumas coisas em comum, além do fato de serem ilhas no oceano Pacífico. Eles fecharam suas fronteiras e estão tomando medidas de segurança para evitar o primeiro caso.

Essas medidas foram adotadas por esses países desde 11 de março de 2020, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou oficialmente a pandemia de coronavírus.

É claro que o tamanho e a população reduzidas desses países facilitou todo o processo, mas talvez gigantes como Brasil, Estados Unidos e alguns países da Europa, que estão reabrindo suas atividades e voltando a registrar um aumento de casos, possam aprender alguma coisa com eles.

A pesquisa da BBC levou em conta apenas os países que fazem parte da Organização das Nações Unidos (ONU) e excluiu dois casos: o do Turcomenistão e o da Coreia do Norte.

Ambos também afirmam não terem nenhum caso de covid-19, mas há indícios de manipulação dos dados por parte dos governos.

Mas e a economia?

Há outra coisa em comum entre os países sem coronavírus: todos eles têm no turismo a sua maior fonte de renda e por isso, mesmo sem casos de covid-19, eles estão sendo duramente afetados economicamente.

Hotéis, pousadas e outros estabelecimentos não estão funcionando, já que as fronteiras estão fechadas e ninguém de fora pode entrar lá.

O resultado é um recorde de desemprego, falências e uma queda vertiginosa no PIB, que já não é muito grande normalmente.

Se por um lado, os habitantes dessas nações podem comemorar o fato de não estarem correndo risco de vida pela pandemia, por outro, suas vidas também estão sendo duramente afetadas pela negligência dos outros países, cuja enorme maioria não cumpriu as determinações da OMS de maneira tão eficaz quanto eles.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com