Criatura marinha ‘alienígena’ é encontrada em praia na Nova Zelândia

0

Uma família da Nova Zelândia andava tranquilamente por uma praia da cidade de Auckland, na última segunda-feira (17), quando se deparou com algo bizarro: uma criatura marinha bizarra que tinha uma forma parecida com a de um vulcão e que parecia ser “alienígena.”

“(Águas-vivas) Estavam em todos os lugares e ficamos impressionados. Aí, vimos essa que era enorme e diferente de todas as outras. Ficamos um bom tempo olhando pra ela por conta de suas belas cores e formato. Meu menino disse que ela lembrava um vulcão”, disse Eve Dickinson, que encontrou o animal na praia, ao jornal Auckland Now.

Apesar de sua aparência bizarra e assustadora, essa criatura se trata de uma espécie gigante de água-viva, com um corpo segmentado e um interior bem avermelhado, como você pode ter notado na imagem.

Ela é conhecida pelo nome de água-viva-juba-de-leão (Cyanea capillata) e é mais fácil de ser reconhecida enquanto está na água. Embaixo do seu topo, se encontram as estruturas que formam os seus tentáculos. Mas quando um espécime do animal acaba parando em uma praia, ela acaba murchando e ficando com uma aparência alienígena que lembra muitos filmes de ficção científica.

criatura-água viva

A água-viva-juba-de-leão é conhecida por ser uma das maiores espécies desses animais no planeta e ela costuma ser encontrada em diversos locais do planeta, desde o Ártico até a própria Nova Zelândia.

O maior exemplar dessa espécie de criatura marinha foi encontrado em uma praia do estado de Massachussetts, nos EUA, em 1870, e media incríveis 2,3 metros de diâmetro.

Veja também:   Google acessa sua localização mesmo que você a desative; entenda

No entanto, a bióloga marinha Diana Macpherson explicou que por mais que essa água viva seja comum na Nova Zelândia, elas não costumam estar no país na atual época do ano, marcada pelo final do inverno. O motivo é que elas gostam de comer plânctons, que estão presentes nas águas neozelandesas apenas durante o verão.

De qualquer forma, como acontece com qualquer água viva por aí, é melhor ficar longe da água-viva-juba-de-leão. O veneno de seus tentáculos não é mortal para outros seres vivos, mas pode te causar muitas dores.

“Elas têm uma toxina nos tentáculos que pode causar dor se você se aproximar delas. Tome cuidado”, disse Macpherson.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com