Fóssil de réptil encontrado no Brasil pode ser nova espécie de Aleodon

0

Alguns fósseis brasileiros do final do período Triássico, de répteis parecidos com mamíferos, anteriormente identificados como Chiniquodon, podem de fato ser os primeiros espécimes de Aleodon encontrados fora da África.

Ao menos de acordo com um estudo recente, publicado em 14 de junho de 2017, no jornal de acesso aberto PLOS One, pelo pesquisador Agustín Martinelli da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e sua equipe.

Aleodon é um gênero de Cynodont probainognathus, um taxon que evoluiu no período Triássico, coexistiu com os precursores dos dinossauros e outros seres da superordem Archosauria e, eventualmente, deu origem aos mamíferos.

O gênero Aleodon foi descrito pela primeira vez usando fósseis da Tanzânia e da Namíbia, mas não era claro se pertenciam à família de répteis carnívoros semelhantes aos mamíferos conhecidos como Chiniquodontids, que inclui o Chiniquodon, que é morfologicamente similar.

Os autores do estudo examinaram os crânios, mandíbulas e dentes dos espécimes de fósseis do Dinodontosaurus do período Triássico encontrados no Rio Grande do Sul, a maioria dos quais anteriormente eram considerados como Chiniquodontids. Os fósseis então foram comparados a uma conhecida espécie africana de Aleodon, A. brachyrhamphus.

Os pesquisadores usaram a morfologia dentária para identificar um dos espécimes como uma nova espécie de Aleodon, que eles chamaram de A. cromptoni em homenagem ao Dr. Alfred “Fuzz” Crompton, que descreveu o gênero Aleodon.

Eles também identificaram sete espécimes brasileiros como Aleodons, anteriormente pensados como membros da família Chiniquodontidae, e possivelmente um espécime namibiano, observando que isso poderia colocar em dúvida a identificação do Chiniquodon. A análise filogenética indicou que o Aleodon cromptoni pode ser, como se suspeitava, uma espécie na família Chiniquodontidae.

Embora a análise tenha sido limitada pela natureza parcial de alguns espécimes encontrados, os autores observam que a identificação desses espécimes de Aleodon do final do Triássico no Brasil fortalecem a correlação entre os probainognathians que existiam nessa época na América do Sul e na África.

  Proporção áurea: ciência garante que George Clooney é o homem mais perfeito do mundo

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com