Mineradores encontram estranha criatura na Rússia

2

Mineradores siberianos desenterraram, supostamente, o que seria um antigo mamífero, não identificado, das areias de uma mina de diamantes em Udachny, uma cidade no distrito Mirninsky da República Sakha no extremo nordeste da Rússia.

Olhando para a criatura, você pode até achar que ela parece uma espécie de demônio mumificado, mas não há uma explicação razoável do que seria esta estranha criatura. Pois ninguém está completamente certo de qual período ela é ou se há mais outras como ela, perdidas em outros locais pela Rússia.

De acordo com o site de noticias “The Siberian Times”, os mineiros que encontraram o corpo do animal, gostariam muito que a criatura fosse algum tipo de espécie de dinossauro recém-descoberto, mas os pesquisadores sugerem que ela poderia ser uma jovem Wolverine – não o das historias em quadrinhos, obviamente – mas sim uma pequena criatura meio parecida com um urso, com mandíbulas muito fortes e grandes dentes caninos, como visto na foto abaixo:

criatura-desconhecida-russia

Outras opções são de que a criatura seja um Sable ou uma Marta Zibellina, que são pequenas especies de Furões parecidos com doninhas. A julgar pelo seu corpo muito fino e comprido e crânio achatado (forma que poderia muito bem não ser a natural do animal, mas sim o resultado de um estirão ou distorção causados pela sua morte), é provável que o animal pertença à família dos mamíferos Mustelídeos carnívoros, que inclui lontras, texugos, doninhas, martas e wolverines. Até que uma análise adequada seja feita no material genético do animal, qualquer palpite sobre qual família o animal pertence, é mera especulação.

Veja também:   Morcegos vampiros estão consumindo sangue humano no Brasil; entenda

Como relata o site de noticias Siberian Times, é esperado que a criatura seja retirada de Udachny e seja levada para a capital regional de Yakutsk, para que testes sejam feitos em seu corpo.

A aparência de estranha criatura perecida com um bebê demônio (segundo os russos), não é a única coisa fascinante nesta história – o lugar em que ela foi encontrada é inteiramente único, ostentando areias diamantíferas (local com abundancia de diamantes) que foram datadas da Era Mesozóica, período na qual durou aproximadamente cerca de 252 a 66 milhões de anos atrás.

Também conhecido como a era da ‘Vida Média”, esse período foi aonde a vida na Terra se diversificou rapidamente, com répteis gigantes, dinossauros, mamíferos e novas espécies de plantas que se espalhando por todo o globo terrestre.

A Era Mesozóica é dividida em três períodos; Triássico, Jurássico e Cretáceo, que foram separados por dois eventos de extinção em massa.

É improvável que a criatura seja tão velha quanto as areias em que ela foi encontrada, mas dadas as incríveis qualidades de preservação do subsolo congelado da Rússia, ela pode ser bem mais antiga. Um exemplo disso, foi o filhote de cachorro Tumat com 12.400 anos de idade e notavelmente preservado, encontrado por pesquisadores em outra parte da República Sakha em 2015.

A carcaça desse animal estava tão bem preservada, que ela ainda tinha sua pele e partes do seu cérebro. O grau de preservação era de cerca de 70 a 80%.

Veja também:   Fim do aquecimento global? Como seria se todos fossem vegetarianos?

Para descobrimos exatamente o que é, esta estranha criatura encontrada na Rússia, teremos de esperar que os pesquisadores desvendem sua idade e a qual família de animais ela pertence. Segundo os pesquisadores é importante não tirar conclusões precipitadas até que o corpo do animal seja verificado de forma independente. Por agora, o que nós resta é apenas criarmos teorias sobre usa origem e porque ela é unica.

Mas uma coisa é certa – é perfeitamente normal que criaturas pareçam incrivelmente estranhas quando estão sem sua pele. Quem não lembra do famoso incidente envolvendo o chupa-cabra em 2010? Mas isso é assunto pra outra matéria.

fontes: gizmodo | siberiantimes



Discussion2 Comentários

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com