NASA descobre barreira protetora criada involuntariamente pelos humanos

0

Na maioria das vezes, a NASA passa seus dias buscando e estudando coisas no espaço que resultaram de fenômenos naturais – como vales assustadores em planetas distantes como Marte, ou os vastos oceanos na lua Europa -, mas a descoberta mais recente é bastante diferente de tudo isso.

Em um novo artigo publicado pela Space Science Reviews, os pesquisadores revelam ter descoberto a existência de uma “bolha” protetora ao redor do nosso planeta, criada por um tipo específico de tecnologia de comunicação por rádio.

No entanto, ao contrário da esmagadora maioria das coisas que os seres humanos acabaram criando de forma acidental na Terra, esse escudo peculiar pode realmente ser benéfico para todos nós, desde que saibamos como controlá-lo.

A bolha, que a humanidade criou sem sequer perceber, parece ter surgido como resultado do uso da comunicação de rádio VLF (muito baixa frequência). Esse tipo de sinal tem uma longa história e foi usado durante muito tempo para a comunicação de rádio de longo alcance.

Hoje, ele é usado em grande parte na comunicação com submarinos, mas os sinais também acabam alcançando o espaço. Quando eles fazem isso, os pesquisadores perceberam que eles têm o poder de afetar a radiação que bombardeia a Terra do espaço, criando um tipo de escudo que a repele.

“Uma série de experiências e observações descobriram que, nas condições corretas, os sinais de comunicação de rádio na faixa de frequência VLF podem de fato afetar as propriedades do ambiente de radiação de alta energia em torno da Terra”, afirmou Phil Erickson, diretor assistente do MIT Haystack Observatory.

O que é particularmente interessante é que agora que a NASA descobriu que os sinais VLF possuem essa função, eles poderiam ser usados para proteger os astronautas e os satélites de forma intencional, das emissões de energia que chegam à Terra do sol.

Assista abaixo ao vídeo que descreve a nova descoberta, em inglês:

  Sonda Cassini chega à sua missão final, para fazer mais descobertas sobre Saturno

Com informações do Jornal Ciência.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com