Neurocientistas tentam erradicar a dor alterando circuitos do cérebro

0

O cérebro tem o poder de controlar a dor. E isso pode ser usado a favor dos pacientes que sofrem de doenças como fibromialgia e outras que provocam dor extrema. Neurocientistas já trabalham na tentativa de reprogramar circuitos do cérebro relacionados a percepção de dor.

David Linden, professor de neurociência na Universidade Johns Hopkins, explica “O cérebro pode dizer, ‘Ei, isso é interessante. Aumente o volume nessa informação de dor que está  chegando.’ Ou ele pode dizer, ‘Ah não — vamos baixar o volume e prestar menos atenção nisso’ ”.

Isso explica casos de adrenalina extrema onde a dor é relegada a um segundo plano. Há relatos de soldados lutando na guerra, que no calor da batalha não percebiam que estavam gravemente feridos e continuavam lutando.

A professora assistente de neurociência Stephanie Jones, da Universidade Brown descobriu que pacientes que sofrem de dores crônicas podem reprogramar seus cérebros através de técnicas de meditação. Ela explica como essa reprogramação funciona na interação entre as regiões do cérebro. “Existe uma coordenação entre a parte da frente do cérebro, que é a região de controle executivo, e a parte sensorial do cérebro, que está filtrando informações do ambiente”.

Os pesquisadores da área afirmam que outros fatores, como as emoções, têm grande importância na percepção de dor. O objetivo da reprogramação do cérebro é encontrar tratamentos alternativos para dores crônicas e até mesmo outras doenças. Isso é possível devido ao fato de que o cérebro é um órgão que permite grandes manipulações em seu funcionamento.

  Astrônomos descobriram um objeto inesperado orbitando nossa galáxia

Fim do vício em analgésicos

Muitas pessoas que sofrem de dores crônicas ou doenças que provocam dores extremas acabam consumindo uma grande quantidade de analgésicos e outros medicamentos contra dor. Alguns desses medicamentos, especialmente os chamados opioides, drogas fabricadas a base de ópio, podem causar dependência.

Segundo o Centro de Prevenção e Controle de Doenças do governo dos Estados Unidos, cerca de 100 pessoas morrem no país todo dia por overdose de opioides, prescritos ou não.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com